MENU
BUSCAR
INFORMAÇÃO

Vereadores são convidados a conhecer projeto para rotatória

Durante reunião realizada na Prefeitura, durante a tarde de ontem, o prefeito Caio Cunha apresentou as mudanças a serem feitas no ponto de estrangulamento do tráfego na região

Darwin ValentePublicado em 22/10/2021 às 19:56Atualizado há 1 mês
Eisner Soares
Eisner Soares

Os vereadores mogianos foram convidados para um encontro com o prefeito Caio Cunha (PODE), durante a tarde desta sexta-feira (22), na Prefeitura. Na pauta do encontro, questões ligadas à mobilidade urbana, especialmente as mudanças a serem adotadas na rotatória do entorno da praça Kazuo Kimura, na Avenida Francisco Rodrigues Filho, próximo ao Terminal Rodoviário Geraldo Scavone. Os vereadores puderam conhecer e até discutir o projeto da nova rotatória que visa melhorar a fluidez do tráfego e eliminar o grande número de semáforos existentes atualmente para controlar a passagem de veículos pelo local. Detalhe: o convite em nome do prefeito, assinado pelo secretário –adjunto de Governo,  foi extensivo a “todo o corpo de vereança” do Legislativo.

 Clandestinos

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) informa que 395 operações de fiscalização realizadas durante o mês de setembro na Região Metropolitana de São Paulo resultaram em 482 autuações e apreensão de 61 veículos irregulares. As multas para tais casos podem chegar a R$ 5,21 mil. Mesmo incluindo Mogi e outras cidades da região do Alto Tietê, como Suzano, Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba, as ações dos fiscais da EMTU parecem não ter sido suficientes para sequer intimidar o transporte clandestino que é feito entre Mogi e Bertioga, especialmente durante os finais de semana. O ponto próximo à sede do Comercial, no Mogilar, continua em plena atividade.

 Devolução

O presidente da Câmara, vereador Otto Flôres de Rezende (PSD) pretendia devolver para a Prefeitura, neste mês de outubro, cerca de R$ 4 milhões resultantes de economias realizadas durante o seu mandato à frente do Legislativo. Foi desaconselhado pela assessoria jurídica a não fazer isso agora, mas somente no final do ano, por algumas questões de ordem técnica. Otto acolheu a sugestão e vai deixar tudo para dezembro, quando espera fazer com que a quantia inicialmente prevista chegue entre R$ 6 milhões e R$ 8 milhões.E já garantiu: a troca dos carros dos vereadores e alguns reparos internos do prédio estão absolutamente assegurados.

 Cidadania

O presidente do Instituto Cultural e Ambiental de Mogi das Cruzes (Icati), José Arraes, comunicou aos amigos mais próximos que concordou em aceitar o título de Cidadão Mogiano que deverá ser proposto na Câmara pela vereadora Inês Paz (PT).  Consultado pela vereadora se aceitaria, Arraes respondeu que “partindo de uma pessoa como ela, não poderia recusar nunca, apesar de independentemente  do mérito da comenda, eu já me sentir mogiano há muitos anos, inclusive já tendo dito que, sem modéstia, me sentia muito mais mogiano que muitos que nasceram aqui”. “Fico prazeroso por ter sido indicado por uma mulher/vereadora/cidadão exemplar”, disse ele.

  

ÚLTIMAS DE Informação