Entrar
Perfil
INFORMAÇÃO

Vereador pediu câmeras e guardas para o Centenário no ano passado

Presença do olhar eletrônico, solicitada por Otto Rezende, poderia ter inibido o furto no interior de um veículo, ocorrido no último final de semana, no estacionamento do concorrido parque municipal.

Darwin Valente
29/06/2022 às 07:16.
Atualizado em 29/06/2022 às 07:32

Vereador Otto Flôres de Rezende, no final do ano passado, encaminhou pedidos ao prefeito Caio Cunha solicitando o aumento no número de guardas municipais e colocação de câmeras no Parque Centenário, mas não foi atendido (Foto: arquivo / O Diário)

O vereador Otto Flôres de Rezende (PSD) encaminhou a esta coluna cópias de duas sugestões encaminhadas por ele ao prefeito Caio Cunha (PODE),  em setembro do ano passado, para que fossem ampliada a presença da Guarda Municipal e instaladas câmeras de vigilância no interior do Parque Centenário da Imigração Japonesa, um dos pontos de maior afluxo de público da cidade durante os finais de semana e feriados, assim como de grande presença de visitantes que vão até lá, durante a semana, para exercícios físicos e convivência com a natureza exuberante daquela região.

Os apelos do vereador ganharam um significado especial depois que uma visitante, Camila Quartim, durante o último final de semana, denunciou o furto ocorrido no interior de seu carro, deixado por ela no interior do estacionamento localizado ao lado da avenida Francisco Rodrigues Filho, ao lado do principal acesso ao interior daquela área de lazer. O assunto ganhou repercussão junto às redes sociais justamente pelo fato de muitos visitantes deixarem seus veículos no interior do estacionamento, ao lado do qual existe uma unidade da Guarda Municipal.

Em suas indicações, o vereador Otto Rezende conta que visitou o Parque e, à época, notou que o local estava bem cuidado, “com trilhas, jardins e pistas de caminhadas em bom estado de conservação”. 

Ele, no entanto, apontou inicialmente a necessidade da disponibilização de mais guardas municipais para o policiamento interno do local, já que à época, segundo Otto, existiam apenas dois seguranças para vigiar uma área equivalente a 215 mil m², com quatro grandes lagos e pontos de intensa vegetação. 

Otto solicitava, então, a ampliação do efetivo da Guarda Municipal no local para aumentar a “sensação de segurança” dos visitantes.

Em outro documento, apresentado ao prefeito, no mesmo dia, por intermédio da Câmara Municipal, onde também foi aprovado por unanimidade pelos demais vereadores, Otto também solicita a colocação de câmeras de vigilância no local para garantir “maior tranquilidade, segurança e conforto às dezenas de milhares de frequentadores, além de ajudar a garantir a ordem no local, também visitado por pessoas de outras cidades”.

Questionada por este jornal, após a reclamação da visitante que teve seu veículo furtado, a Prefeitura anunciou que está em andamento um processo de concorrência pública para a compra de novas câmeras, “que serão distribuídas por toda a cidade, inclusive nos parques”. 

O prazo para a chega dos equipamentos, no entanto, não foi divulgado.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por