Entrar
Perfil
INFORMAÇÃO

Posse de Renata Hauentein como prefeita depende de novos exames de Caio Cunha

Caso o prefeito titular tenha de se afastar por algum tempo do cargo, ele será substituído pela atual secretária de Assuntos Jurídicos

DARWIN VALENTE
05/05/2022 às 08:38.
Atualizado em 05/05/2022 às 08:38

Caio Cunha terá passar por mais exames antes de decidir se abrirá vaga para a secretária Renata Hauenstein, de Assuntos Jurídicos, assumir o cargo de prefeita de Mogi (Arquivo O Diário)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
INFORMAÇÃO

Posse de Renata Hauentein como prefeita depende de novos exames de Caio Cunha

Caso o prefeito titular tenha de se afastar por algum tempo do cargo, ele será substituído pela atual secretária de Assuntos Jurídicos

DARWIN VALENTE
05/05/2022 às 08:38.
Atualizado em 05/05/2022 às 08:38

Caio Cunha terá passar por mais exames antes de decidir se abrirá vaga para a secretária Renata Hauenstein, de Assuntos Jurídicos, assumir o cargo de prefeita de Mogi (Arquivo O Diário)

Tudo leva a crer que não será exatamente agora que a secretária de Assuntos Jurídicos, Renata Hauenstein, poderá assumir o lugar do prefeito Caio Cunha (PODE) para que ele possa se submeter a uma cirurgia ortopédica para corrigir o rompimento do menisco do joelho direito, ocorrido durante uma partida de futebol contra integrantes da Câmara Municipal de Mogi.
Após os primeiros exames, ainda não definitivos, o prefeito foi informado de que a operação será relativamente simples e que poderá deixar o hospital no mesmo dia da intervenção, evitando assim um afastamento por muito tempo do cargo, na Prefeitura.
Mas não está definitivamente afastada a hipótese de a secretária  se tornar prefeita, já que durante os exames preliminares relativos ao rompimento do menisco - há ainda um outro a ser feito neste final de semana, antes que a cirurgia seja marcada -, foi detectado  um problema um tanto mais sério: um tumor da ponta do fêmur, que ainda está sendo avaliado pelo médico ortopedista Eduardo Sadao, que acompanha o prefeito.
Segundo revelação de Caio Cunha a esta coluna, no decorrer da semana, ele deverá passar por novos exames, nos próximos dias, para detectar se o tumor é primário ou secundário. 
E,mais preocupante ainda, se benigno ou maligno. Mesmo demonstrando muita calma, o prefeito não consegue esconder alguma preocupação com o problema no fêmur.
Enquanto não forem realizados tais exames e avaliações, será impossível saber se haverá necessidade de cirurgia e, em caso positivo, por quanto tempo tal procedimento médico deverá afastar o prefeito de suas atividades no comando da Prefeitura. 
Se houver urgência na cirurgia e a recuperação demorar além das expectativas, exigindo longa imobilidade do prefeito, há grandes chances de a secretária Renata Hauenstein se tornar prefeita de Mogi por algum tempo.
E vamos explicar o por que dessa situação nada comum na vida do município. 
Segundo explica o advogado especialista em Direito Eleitoral, Luiz David Costa Faria, o sucessor imediato do prefeito em caso de afastamento  seria a atual vice, Priscila Yamagami, que está impedida de assumir por ser virtual candidata a deputada federal nas próximas eleições.
“A Lei das Inelegibilidades determina que quem exercer um cargo executivo no período de seis meses antes das eleições não pode concorrer ao pleito”, explica o  advogado. Este prazo já está vigorando.
O segundo na linha sucessória seria o atual presidente da Câmara, que  também não pode assumir a Prefeitura pelo mesmo motivo: é candidato a deputado estadual.
Segundo determina a Lei Orgânica do Município de Mogi das Cruzes, o terceiro na linha sucessória  será quem estiver ocupando a Secretaria de Assuntos Jurídicos, no caso Renata Hauenstein. 
A notícia avaliando tal situação deixou muita gente intrigada, achando que  terceiro  sucessor natural do prefeito seria o juiz diretor do Fórum de Mogi das Cruzes. 
Realmente, era o que estabelecia a Lei Orgânica até a sua mais recente modificação, que preferiu dar prioridade a quem ocupa a Secretaria de Assuntos Jurídicos em vez do juiz de Direito. 
Vale esperar para conferir o que virá por aí...

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
Copyright © - 2022 - O Diário de MogiÉ proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuído por