Entrar
Perfil
INFORMAÇÃO

Mogilar terá obras para desafogar galerias e acabar com as enchentes

Primeira informação sobre o projeto foi dada pelo secretário de Infraestrutura Urbana, Alessandro da Silveira, durante encontro com moradores, na casa paroquial da Igreja de São José Operário

Darwin Valente
05/07/2022 às 07:07.
Atualizado em 05/07/2022 às 07:17

Secretário Alessandro da Silveira, de Infraestrutura Urbana, falou sobre um projeto especial para controle das enchentes no bairro do Mogilar, durante reunião com moradores, no salão paroquial da igreja de São José Operário (Foto: divulgação / SAB Mogilar)

A Prefeitura Municipal de Mogi deverá apresentar, em breve, um programa destinado a desafogar as grandes galerias de drenagem de águas pluviais, a ser colocado em prática no bairro do Mogilar. 

A medida visa eliminar as enchentes que ainda acontecem nas partes mais baixas da localidade, principalmente em dias de chuvas mais intensas.

 Tais problemas têm incomodado os moradores que há tempos vêm cobrando uma atitude da Prefeitura nesse sentido. A primeira revelação sobre o projeto foi feita pelo secretário municipal de Infraestrutura Urbana, Alessandro da Silveira, durante uma reunião, semana passada, com integrantes da Associação dos Amigos do Bairro do Mogilar, no salão paroquial da igreja de São José Operário.

O secretário falou também sobre as obras de zeladoria que já vinham acontecendo no bairro, o mutirão Cidade Bonita, para capinação de ruas, limpeza de bocas de lobo e galerias de águas pluviais, troca de lâmpadas e varrição de ruas, durante o encontro

O deputado estadual Marcos Damasio (PL) também prestou contas sobre suas incursões junto ao governo do Estado de São Paulo para tentar obter o desassoreamento e limpeza do rio Tietê, nos dez km da área mais urbanizada do município, localizados entre a ponte da avenida João XXIII, no caminho para César de Souza, até o estaleiro do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), junto à foz do ribeirão Ipiranga. O deputado diz que já fez contatos com autoridades estaduais, mas que voltará a insistir com o superintendente do DAEE sobre o assunto, mesmo sabendo que já teria sido autorizada a abertura de concorrência pública para contratação da empresa que ficará encarregada de executar os trabalhos no rio.

Acometido pela Covid-19, outro personagem convidado para o encontro no Mogilar, o comandante Sena, da Polícia Militar, foi representado por dois subordinados que puderam acompanhar a reunião e ouvir as reivindicações dos moradores. 

Ficou acertado, porém, que o convite ao comandante será refeito para que ele possa estar presente e discutir com os moradores os principais problemas de segurança verificados atualmente no bairro. 

O presidente da entidade promotora do evento, José Arraes, informou, ao final da reunião, que a partir de agora, a cada mês, será convidado um secretário municipal para comparecer, ouvir os representantes do bairro e apresentar os planos da administração para o Mogilar.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por