Entrar
Perfil
INFORMAÇÃO

Ferroviário e líder de bairro faz novo apelo por trem até César

Adalberto Andrade, presidente da Associação dos Moradores do Jd. São Pedro e região, pede ajuda a deputado de Guarulhos para levar os trens de subúrbio até o distrito

Darwin Valente
13/07/2023 às 06:38.
Atualizado em 13/07/2023 às 06:42

A batalha para levar os trens de subúrbio até César de Souza continua; presidente de associação de moradores do distrito pede ajuda a deputado para o projeto (Foto: divulgação / Governo do Estado)

O ferroviário e presidente da Associação dos Moradores do Jardim São Pedro e região, Adalberto de Andrade, encaminhou pedido ao presidente interino do PDT, deputado estadual Marcio Nakashima, de Guarulhos, para que seja marcada uma audiência com o secretário de Estado de Transportes Metropolitanos, quando serão apresentados documentos que comprovam, segundo ele, a opção da cidade, em especial dos moradores de César de Souza, pela extensão do trajeto dos trens de subúrbio da CPTM até a sede daquele distrito.

O líder comunitário não concorda com a ideia defendida pelo prefeito Caio Cunha (PODE), de substituir, no trajeto entre as estações dos Estudantes e de César, os trens de subúrbio por um Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) ou o Bus Rapid Transit, ou ônibus de trafego rápido (BRT). 

A proposta chegou a ser apresentada pelo prefeito à Secretaria, mas não se teve notícia de algum desdobramento do assunto na área governamental do Estado (aliás, esse pedido tem sido esquecido pela CPTM, como O Diário tem mostrado - veja aqui).

Durante a campanha eleitoral passada, o atual governador do Estado, Tarcísio de Freitas (Republicanos), ainda candidato, se comprometeu com a cidade de estender a linha dos trens de passageiros até o distrito, uma antiga reivindicação dos mogianos.

“Temos atuado há mais de dez anos para que se tenha uma estação em César de Souza; já passamos pela discussão desse assunto apresentado pelo prefeito, que não ouviu os integrantes da Câmara nem os munícipes antes de levar sua proposta ao governo”, afirma Andrade, que anexou ao pedido levado ao deputado perto de três dezenas de cópias de reportagens deste jornal e outros documentos encaminhados a autoridades estaduais a respeito do assunto.

Andrade atribuiu a procura pelo deputado de Guarulhos ao fato de não ter obtido retorno de solicitações feitas a parlamentares da cidade.

Ele promete, logo após o recesso parlamentar de meio de ano, intensificar contatos com deputados, especialmente os que integram a Comissão Permanente de Transportes, para expor a situação de Mogi e pedir apoio à extensão dos trens de subúrbio até César. 

Andrade também diz que vem reivindicando um debate mais aberto com o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Caio Luz, para que ele exponha as razões de sua defesa do VLT ou BRT em vez da extensão da atual linha dos trens até César.

Caio, que já foi assessor da Secretaria de Estado de Logística e Transportes, e Joaquim Lopes da Silva Júnior, atual secretário-adjunto de Infraestrutura, que já presidiu a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), foram os autores da ideia defendida pelo prefeito Caio Cunha junto ao setor de transportes metropolitanos do governo estadual.

Entre os argumentos, o prefeito citou o barateamento dos custos e a possibilidade futura de se estender tais modais para outros pontos do município.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2023É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por