Entrar
Perfil
INFORMAÇÃO

Eleição para Mesa da Câmara de Mogi já tem os primeiros candidatos

A princípio, os vereadores Pedro Komura (PSDB), Otto Flôres de Rezende (PSD) e José Luiz Furtado (PSDB) aparecem como os primeiros virtuais concorrentes

Darwin Valente
29/09/2022 às 07:07.
Atualizado em 29/09/2022 às 07:19

Mais uma vez, a escolha da futura Mesa Diretora da Câmara Municipal de Mogi deverá movimentar a política doméstica nas próximas semanas (Foto: divulgação / CMMC)

Apesar de colocada em segundo plano pelo pleito do próximo domingo (02/10), a eleição para definir a composição da futura Mesa Diretora da Câmara Municipal já começa a movimentar os corredores e os gabinetes da “pirâmide”, assim como os bastidores da política local.

Os primeiros candidatos também começam a dar demonstrações de interesse, embora com a preocupação de não deixar que a disputa ganhe contornos de confronto mais radical entre grupos do Legislativo, como aconteceu na eleição passada, quando até o prefeito Caio Cunha (PODE) acabou interferindo para conseguir eleger seu candidato favorito, o atual presidente Marcos Furlan, o qual, em retribuição, acabou trocando o DEM pelo PODE, alinhando-se politicamente ao partido do chefe do Executivo.

Foi uma eleição que dividiu a Câmara em dois grandes grupos que, somente após algum tempo e muitas negociações, acabaram se acomodando conforme seus interesses políticos e pessoais. Caio acabou indo além da maioria que deu vitória a Furlan e ampliou a bancada governista que tem lhe dado sustentação e tranquilidade para governar até agora, longe das dificuldades que cercaram o início de seu mandato.

Apesar da movimentação um tanto cuidadosa, pelo menos três vereadores já demonstraram interesse pela vaga de Furlan, na Presidência da Câmara: o decano Pedro Komura (PSDB) e o médico Otto Rezende (PSD), ambos com experiência de terem dirigido o Legislativo em oportunidades distintas, além do "novato" José Luiz Furtado, também do PSDB, que apesar de exercer o seu primeiro mandato, tem demonstrado desenvoltura nas negociações de bastidores e pode acabar sendo um empecilho aos planos dos dois veteranos.

Mas é bem provável que a disputa não se limite aos três. Na busca por valorização política, ou visando abrir espaço para algum tipo de negociação em benefício próprio, outros nomes certamente surgirão e, quem sabe, poderão até repetir as emoções do pleito passado. Vale esperar para conferir...

Voto desarmado

O alto comando da Polícia Militar paulista divulgou nota informando aos policiais militares que eles não poderão votar nas eleições deste domingo (2/10) portando celular ou arma de fogo: e“Caso algum PM ativo ou inativo, for votar armado – com exceção de quem estiver fardado e de serviço naquele dia –, será preso por porte ilegal de arma de fogo”. E, portanto, “para evitar dissabores”, o comando pede a todos que “cumpram a referida determinação”.

Acessibilidade em debate

Mogi das Cruzes foi citada apenas uma vez – e ainda de passagem – durante o debate entre os candidatos a governador de São Paulo, na noite de terça-feira (27), na Globo (TV Diário).

Ao falar sobre inclusão, o candidato do Republicanos, Tarcísio de Freitas afirmou: “Inclusão, para mim, vai ser uma coisa séria; não vai ser simplesmente da boca para fora. Nós vamos trabalhar inclusão de verdade, principalmente no que diz respeito aos postos de trabalho. Não é simplesmente uma questão de acessibilidade, que a gente precisa fazer nas quatro estações ferroviárias de Mogi das Cruzes. É uma questão importante, de emprego”.

Rio Tietê

A única menção mais direta a cidades da região no debate de terça-feira ocorreu durante a discussão sobre a despoluição do Tietê. Foram citados nominalmente Guarulhos, Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba como pontos de referência para a limpeza definitiva do rio. Mogi das Cruzes não foi sequer lembrada.

Refrescando a memória

O candidato à reeleição, deputado federal Marco Bertaiolli (PSD), está distribuindo um livreto de campanha, onde enumera, com fotos, pelo menos 47 obras e serviços executados ou conquistados durante sua passagem pela Prefeitura de Mogi. Antes de pedir o voto dos mogianos, ele mostra a avenida das Orquídeas, hospital municipal, parque da Cidade, Upas do Rodeio e Jundiapeba, complexo viário Julio Simões e canalização do Canudos, entre inúmeras outras conquistas da cidade em seus dois governos.

Em vídeos

O candidato a deputado estadual Romildo de Oliveira Campello (PV) tem aproveitado datas especiais e recentes para comentar em vídeos divulgados por meio de redes sociais. Nesta semana, ele se valeu do Dia do Turismo para mostrar que falta maior empenho das autoridades para desenvolver melhor o setor no Estado de São Paulo, em especial, na região do Alto Tietê. Romildo fala com conhecimento de causa, já que assessorou o deputado Roberto de Lucena quando ele exerceu as funções de secretário de Turismo do Estado de São Paulo.

Em campanha

O candidato a governador Rodrigo Garcia (PSDB) escolheu Mogi para uma de suas derradeiras cartadas da atual campanha. 

Ele estará nesta quinta-feira (29), a partir das 12h30, participando de uma caminhada pelo centro de Mogi das Cruzes, visitando o Mercado Municipal para o tradicional  cafezinho com pastel.

O candidato deverá estar acompanhado de representantes do PSDB local.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por