Entrar
Perfil
INFORMAÇÃO

É hora de ficar de olho em Tarcísio. Veja quais foram as suas principais promessas

Confira quem são os principais secretários de governo, a quem caberá a execução de tudo aquilo que o novo governador prometeu durante a sua campanha em Mogi e Alto Tietê.

Darwin Valente
03/01/2023 às 07:07.
Atualizado em 03/01/2023 às 07:33

Tarcísio prometeu muito durante a campanha para governador e agora precisará ser cobrado, caso não demore a cumprir suas promessas. Ainda é cedo, mas vale ficar de olho (Foto: divulgação / Alesp)

Com a posse do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), no último domingo (1º), é chegada a hora de ficar atento ao cumprimento das promessas feitas A Mogi e Alto Tietê durante a sua vitoriosa campanha eleitoral. E já nas próximas horas, vale ficar de olho no Diário Oficial do Estado para verificar se a reabertura do Pronto-Socorro do Hospital Luzia de Pinho Melo será mesmo determinada, logo no começo do governo.

Em suas andanças por Mogi das Cruzes, quando concedeu entrevistas a este jornal e outros veículos de imprensa da cidade, Tarcísio foi enfático ao afirmar que a reabertura do PS seria determinada logo após a sua posse, numa das primeiras medidas como governador.

Como as primeiras ações do novo governo estiveram voltadas para a reorganização administrativa, de modo a permitir que os novos secretários pudessem ocupar as respectivas pastas, já nesta segunda-feira (2), é certo que a partir de terça-feira (3), entretanto, a primeira promessa de Tarcísio deverá estar cumprida. Mas como foram tantas durante a campanha, caberá aos representantes de Mogi na Assembleia ficarem atentos para “lembrar” o governador, caso ele deixe de realizar o que prometeu.

A propósito do novo governo, uma rápida passagem de olhos pela mais recente edição do Diário Oficial permite saber quais são os atuais titulares das pastas que mais interessam ao município, ou sejam, aquelas diretamente ligadas aos assuntos prometidos por Tarcísio em campanha.

Por exemplo, a questão envolvendo a reabertura do PS do Luzia, ainda que um compromisso do governador, estará diretamente ligada à Secretaria de Saúde, onde Eleuses Vieira de Paiva ocupará o lugar do médico Jeancarlo Gorinchteyn, com fortes ligações afetivas com a cidade, onde ainda figura como professor nos quadros da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC).

Questões envolvendo as más condições atuais do rio Tietê e da Serra do Itapeti estarão vinculadas à técnica Natalia Resende de Andrade Ávila, que assumiu a Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística do Estado, em lugar de João Octaviano Machado Neto. À pasta de Natalia também estarão vinculadas outras obras que estão pendentes na cidade, como a conclusão da duplicação da ligação rodoviária Mogi das Cruzes-Via Dutra, trecho de final de 1,2 km, localizado nas proximidades de Arujá, onde uma desapropriação mal sucedida manteve aquele pequeno espaço de estrada com pista única.

A continuidade das obras de pavimentação da Estrada da Volta Fria parece estar assegurada, mas dependerá muito da nova secretária o andamento da concorrência pública para a construção da nova ponte sobre o rio Tietê, na região do bairro do Rio Abaixo, proximidades do distrito de Taiaçupeba.

O futuro da Mogi-Bertioga também estará nas mãos da secretária, assim como o tão esperado acesso ao bairro industrial do Taboão, outra promessa feita pelo governador eleito. A obra é relativamente simples, ainda que implique num acesso importante para a continuidade da expansão do parque industrial daquela região, como tem ressaltado com frequência o presidente da Associação Gestora do Distrito Industrial do Taboão (Agestab), Osvaldo Baradel.

Questões como reformas de escolas e cuidados especiais ligados à rede oficial de ensino estarão sob responsabilidade do novo secretário de Educação, Renato Feder, que já ocupa o lugar de Hilberto Alqueres.

Outro ponto complicado envolvendo diretamente os municípios de Mogi e região é o da Segurança. Ainda durante o feriado, este jornal trouxe reportagem sobre o déficit na ocupação de vagas na Polícia Civil, segundo denúncia feita pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo. Mas há problemas estruturais também em relação à Polícia Militar, situações que têm refletido diretamente no aumento da criminalidade na grande maioria das cidades do Alto Tietê. Tais problemas terão de ser resolvidos pelo secretário Guilherme Muraro Derrite, de Segurança Pública, que assumiu em lugar de João Camilo Pires de Campos.

Único da região a ocupar um lugar no primeiro escalão do governador recém-empossado, o ex-deputado Roberto Alves de Lucena sabe o que poderá fazer pela região como secretário de Turismo, na vaga de Vinícius Rene Lummertz Silva. O potencialdo Alto Tietê é grande, mas precisa ser melhor aproveitado e explorado.

Da mesma forma que o setor de Agricultura e Abastecimento poderá fazer muito pelo setor na cidade. Mas isso dependerá da iniciativa e da criatividade de Antonio Julio Junqueira de Queiroz, que substituiu Francisco Matturo na pasta. Se ele precisar de  sugestões, basta falar com Guilherme Afif Domingos, que está ativo no governo e que deu uma grande contribuição à agricultura local, quando criou os varejões e o sistema de venda direta produtor-consumidor, na Capital, no mesmo cargo de secretário de Agricultura.

 A coluna deixou, propositalmente, para o final da apresentação o secretário de Transportes Metropolitanos, Marco Antonio Assalve, único do governo passado a ser mantido no cargo pelo governador. Caberá a ele concretizar a principal promessa de Tarcísio para a região: a extensão até César de Souza – ou Sabaúna, como ele chegou a dizer – do trajeto dos trens de subúrbio, que atualmente termina na Estação dos Estudantes. Se somente esta promessa vier a ser cumprida, já terá valido a pena o mandato do atual governador.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2023É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por