Entrar
Perfil
INFORMAÇÃO

Costa Neto reaparece em Mogi e é o mais paparicado em inauguração

Presidente nacional do PL tornou-se o centro das atenções entre os convidados da família Alabarce, no evento do final de tarde de segunda-feira (20)

Darwin Valente
22/06/2022 às 07:08.
Atualizado em 22/06/2022 às 07:22

Valdemar Costa Neto na inauguração, ao lado do vereador José Luiz Furtado, do empresário Ronaldo Alabarce, do deputado André do Prado e do prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (Foto: Carla Olivo - O Diário)

O atual presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, fez uma de suas raras aparições em eventos sociais da cidade, na tarde da última segunda-feira (20), durante a inauguração da nova unidade do Supermercados Alabarce da Mogi-Bertioga, e acabou se tornando o convidado mais paparicado do evento.

O político tornou-se o centro das atenções entre os convidados da família Alabarce e conversou animadamente com todos aqueles que o procuravam, posando para fotos ao lado de outros políticos da cidade e região de pessoas que o procuravam para selfies a seu lado.

Costa Neto só não se dispôs a conceder entrevistas a jornalistas presentes ao evento, alegando que vem procurando se manter em silêncio durante os últimos quatro anos. Com políticos, chegou a trocar algumas opiniões a respeito da atual campanha à reeleição do presidente Jair Bolsonaro, uma das mais recentes aquisições do PL, graças ao empenho do comandante do partido. A eles, o presidente liberal se mostrou confiante na vitória do polêmico Bolsonaro.

Com Caio Cunha

Costa Neto e o prefeito de Mogi, Caio Cunha (PODE) conversaram bastante durante o evento, acendendo ainda mais as especulações que vinham rolando nos corredores da Câmara Municipal, segundo as quais, o PL poderia vir a ocupar uma das secretarias da atual administração municipal, a exemplo do que ocorreu nos governos de Marco Bertaiolli (PSD) e Marcus Melo (PSDB).

Questionado pela coluna sobre o assunto, Caio Cunha respondeu: 

“Tenho um ótimo relacionamento com o Valdemar, presidente do PL. Desde que as eleições passaram, ele se colocou à disposição para continuar ajudando a cidade e assim tem feito. Tem sido um grande parceiro e acredito que o PL tem nomes fortes em diversas frentes para somar com nossa administração”.

 No Mogilar

Problemas como enchentes e falta de segurança no bairro do Mogilar serão alguns dos assuntos discutidos durante reunião da Associação de Moradores, que acontecerá na próxima sexta-feira ( 24), a partir das 19h30, na sede da Igreja de São José Operário, na rua Plínio Marques, 200. 

O presidente da entidade, José Arraes, considera importante a participação maciça da comunidade, já que os temas em discussão merecem a atenção de todos os moradores na busca de solução para eles. 

As dificuldades com o tráfego de veículos e abusos cometidos por sem-teto que perambulam pelas ruas do bairro  também deverão estar na pauta do encontro.

 Acessibilidade

O vereador Otto Flôres de Rezende (PSD) tem aproveitado datas especiais, como o recente Dia das Mães, em que muita gente visita familiares sepultados no São Salvador, em Mogi, para cobrar providências da Prefeitura relacionadas à falta de acessibilidade ao interior daquele cemitério. 

Não bastassem os portões do antigo cemitério estarem deteriorados pela ação do tempo, passando uma péssima impressão a quem vai até lá, os lances de escada para se atingir as alamedas internas do cemitério são barreiras quase intransponíveis para cadeirantes, idosos e outras pessoas com problemas de locomoção.

Há tempos esses problemas têm sido apontados, mas continuam à espera de solução.

 Lançamento

O plenário da Câmara de Mogi será cedido, no próximo dia 26 de agosto, a partir das 20 horas, para uma atividade cultural/beneficente promovida pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). 

Na oportunidade, deverá acontecer o lançamento de um livro que celebra e conta a história dos 50 anos de atividades da instituição em Mogi das Cruzes. Um coquetel deverá marcar o evento.

Na Comissão

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, em Brasília, aprovou o projeto de lei que aumenta o limite de faturamento das micros e pequenas empresas, empresas de pequeno porte e microempreendedores individuais. 

A proposta será submetida agora à Comissão de Constituição e Justiça, que avaliará sua constitucionalidade, antes de seguir para plenário para ser discutido e votado pelos parlamentares. “Esse é um grande passo para corrigir distorções, já que desde 2006, quando a Lei da Micro e Pequena Empresa entrou em vigor, nenhuma correção foi feita”, destaca o deputado federal, Marco Bertaiolli (PSD-SP), autor do relatório do projeto e presidente da CFT. 

Segundo ele, o ajuste será feito com base na atualização do IPCA dos últimos anos. 

“Portanto, não é aumento. É correção”, garante o parlamentar. 

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por