MENU
BUSCAR
INFORMAÇÃO

Bertaiolli mostra como pretende alcançar a reeleição

Deputado promete adotar um “sistema híbrido” de campanha, unindo métodos tradicionais e modernos na busca dos votos junto aos eleitores

DARWIN VALENTEPublicado em 13/01/2022 às 11:52Atualizado há 12 dias
Arquivo O Diário
Arquivo O Diário

Confiante na necessidade de manter a representatividade de Mogi das Cruzes e região junto ao Congresso Nacional, o deputado federal mogiano, Marco Bertaiolli (PSD) começa o ano focado em seu projeto de reeleição.

E um dos primeiros passos nesse sentido foi manter a vitoriosa aliança entre PSD e PL, repetindo a dobradinha com o candidato a deputado estadual  Marcos Damásio, que também disputará a reeleição à Assembleia Legislativa.

Bertaiolli lembra que na eleição de quatro anos atrás (2018), ele conseguiu ser votado em 420 dos 645 municípios paulistas. Neste pleito, ele espera receber votos em todos os municípios do Estado, por conta do trabalho realizado por ele na Câmara Federal, que tem lhe garantido grande exposição midiática, principalmente em razão de seus projetos e ações voltadas para a defesa das micros, pequenas e médias empresas. O deputado apresenta números robustos: em três anos e meio de seu primeiro mandato, conseguiu aprovar seis  propostas legislativas de abrangência nacional. “Jair Bolsonaro, em 28 anos como deputado, não teve nem uma lei aprovada”, compara o parlamentar.

Bertaiolli espera usar a internet e especialmente as redes sociais para fazer com que seu trabalho reverbere junto a um número cada dia maior de pessoas. O deputado, porém, não deverá, nem de longe, abandonar a campanha tradicional, com a participação de cabos eleitorais e amigos que deverão trabalhar por ele em todo o Estado, mas especialmente nas regiões do Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte, suas principais bases eleitorais. 

Nesse trabalho de formiguinhas terão participação especial os representantes de associações comerciais e de entidades ligadas às empresas em geral, especialmente, as micros, pequenas e médias.

Na condição de vice-presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), o político tem acesso fácil a essas entidades representativas, onde costuma promover palestras e falar exatamente o que os representantes desses setores querem e precisam ouvir.

Outro nicho importante de atuação do parlamentar são as santas casas de misericórdia, beneficiadas com verbas resultantes de emendas do parlamentar. “Em 36 meses de mandato consegui R$ 20,5 milhões, que foram destinados a municípios onde costumo atuar”, diz ele,  lembrando que  desse total, R$ 4,5 mil foram destinados, a fundo perdido, para custeio da Santa Casa de Mogi. O setor de Saúde de Suzano recebeu R$ 2 milhões, enquanto Arujá e Itaquá, R$ 1 milhão cada. Mogi também recebeu R$ 1 milhão para iniciar o centro de atendimento do Transtorno do Espectro Autista, no Rodeio. Outras cidades também foram beneficiadas.

Ainda no plano das emendas, o deputado destinou R$ 4,735 milhões à Prefeitura de Mogi para duplicação e recapeamento da Avenida Japão, no trecho de 2,5 quilômetros, entre o Conjunto Santo Ângelo e o Parque São Martinho. 

Bertaiolli também espera que Mogi e região venham a ser beneficiadas com o ingresso do presidente Bolsonaro ao PL de Valdemar Costa Neto. “Vamos aproveitar a oportunidade e trazer o que for possível para Mogi. Tudo isso nos faz vislumbrar um cenário positivo para 2022”, garante o deputado.

ÚLTIMAS DE Informação