Entrar
Perfil
INFORMAÇÃO

Aumenta a pressão popular contra instalação de pedágios

Movimento que une partidos mogianos de esquerda se posiciona contra o pedágio e repudia a insistência do governo em cobrar pelo uso das estradas que servem a Mogi das Cruzes.

Darwin Valente
05/08/2023 às 13:00.
Atualizado em 05/08/2023 às 14:36

Desde 2019, quando o pedágio em Mogi começou a ser cogitado, manifestações contra a cobrança vêm sendo realizadas na cidade (Foto: arquivo / O Diário)

O Movimento Mogi da Esperança, que é integrado pelos principais partidos de esquerda da cidade, está divulgando nota oficial de repúdio à decisão do governo estadual de instalar pedágios em estradas que servem a região de Mogi das Cruzes.

No documento, é ressaltada a posição contrária à cobrança pelo uso das estradas de Mogi:

“Somos contrários a tal medida. A construção de um pedágio já era inadmissível. A notícia de outro, nas proximidades de Arujá, chega a ser um absurdo ainda maior, além de um desrespeito com a população mogiana que tanto lutou contra essa arbitrariedade”.

A nota também lembra que “o governador Tarcísio de Freitas, em campanha eleitoral, disse que a região não mais teria pedágio, mas bastou ser eleito para esquecer  de suas palavras. O governador mentiu e enganou a todos”, afirma o Movimento Mogi da Esperança.

A nota demonstra “o nosso total repúdio” à cobrança pelo uso das estradas Mogi-Dutra e Mogi-Bertioga. “Nâo podemos aceitar isso em Mogi, pois quem vai pagar por essa medida intransigente vai ser a população , que vai gastar mais, diariamente, seja de carro ou de transporte público, ou que vai ver os alimentos ficarem mais caros”.

A nota convoca toda a população mogiana “a se unir contra o pedágio” e convida “as entidades comerciais, órgãos da sociedade civil, o prefeito municipal, os vereadores da cidade, os deputados da nossa região e demais agentes políticos a se posicionar contra contrários a essa medida desnecessária”.

“Não podemos aceitar os pedágios em Mogi das Cruzes”, conclui a nota do Movimento Mogi das Esperança que é integrado pelos partidos PT, PSOL, PC do B, PV, Rede Sustentabilidade e Solidariedade.

Mais mobilização

A Apeoesp – Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo anunciou, neste sábado (5), que irá realizar uma reunião, na próxima terça-feira (8), na Câmara Municipal de Mogi, buscando unir o “setor progressista” cidade na luta contra o pedágio que o governo Tarcísio de Freitas quer instalar na Mogi-Dutra e Mogi-Bertioga. Segundo o professor Nabil Francisco de Moraes, diretor da entidade, muitos professores e alunos utilizam diariamente essas rodovias, deslocando-se entre suas residências e as escolas, e serão prejudicados pela medida.

Bombou nas redes

Uma das fotos que mais circularam nas redes sociais de usuários mogianos, nos últimos dias, foi a que registrava um encontro do presidente do PL, Valdemar Costa Neto, com a presidente do Podemos, Renata Abreu, e seu marido Gabriel Melo, ocorrida na sede do PL, em Brasília. A foto foi publicada originariamente no Instagram de Costa Neto – que ressaltava o prazer de receber o casal – e logo compartilhada pelos políticos mogianos.

Sinais

Muitos políticos que chegaram a replicar a publicação viram no encontro a possibilidade real de uma aproximação do prefeito Caio Cunha (PODE) com o grupo do PL de Costa Neto para as eleições municipais do próximo ano, na cidade.

O encontro que viram na reunião de Brasília um indício de que podem realmente fazer sentido os rumores sobre uma eventual aproximação do prefeito Caio Cunha (PODE) e o grupo liberal na cidade.

Especulações

Conforme esta coluna abordou recentemente, a possível indicação de Marco Bertaiolli (PSD) para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo acabou provocando mudanças radicais na estrutura da campanha eleitoral da cidade. O grupo político formado por PSD e PL, que tinha esperanças de lançar Bertaiolli para prefeito, ou contar com sua participação, “considerada decisiva”, na campanha de algum outro candidato que viesse a ser lançado (Teo Cusatis era o mais cotado), ficou um tanto desarticulado a partir primeira informação. Se Bertaiolli realmente ingressar no TCE, será no próximo mês de setembro e, a partir daí, ele ficará impedido de participar de campanhas políticas.

Buscando apoio

Aproveitando-se desse quadro, o prefeito Caio Cunha tem buscado se aproximar ao máximo de Valdemar Costa Neto, buscando o apoio do grupo do PL à sua candidatura. Valdemar, até agora, tem sido contra a aliança. E o encontro com Renata Abreu pode ter relação com tal posicionamento. E como em política tudo é possível, a fotografia ganhou um significado especial nos meios políticos locais. Vale esperar para conferir.

Repercussão

Repercutiu nos meios jurídicos da cidade a indicação do juiz de Direito Thiago Massao Cortizo Teraoka, que atuava junto ao AFórum de Mogi das Cruzes, para o cargo de juiz auxiliar do ministro Cristiano Zanin, no Supremo Tribunal Federal (STF). O magistrado é especialista em liberdade religiosa e sua ida para Brasília foi aprovada na última quarta-feira (2) pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

Estado e religião

Segundo a coluna Painel, do jornalista Fábio Zanini, na Folha, a tese de doutorado de Teraoka na USP sobre o tema “liberdade religiosa” é citada em trabalhos acadêmicos sobre o assunto. Num dos trechos, ele afirma, conforme a coluna,  que “o Estado neutro deve se afastar do debate entre as religiões e respeitar o proselitismo, desde que não incentiva diretamente a violência”

Discriminação

Sempre conforme o Painel, “o juiz também afirma que discriminação por orientação sexual é ato ilícito e deve ser reprimida, mas defende que não se pode impedir os religiosos em cultos de desestimular  a homossexualidade. A posição  é de interesse dos evangélicos, segmento que Zanin cortejou na campanha para o cargo”.

Agosto Lilás (1)

Ao completar 17 anos de sua promulgação, nesta segunda-feira (7), a Lei Maria da Penha será lembrada com uma série de eventos que acontecerão na Câmara de Mogi, a partir de terça-feira (8), a partir das 19 horas, pelo Projeto Acredita Poderosa, com o apoio da vereadora Fernanda Moreno (MDB). A programação inclui exposição de cartazes de conscientização relativos à violência doméstica, no Espaço Cultural da Câmara; apresentação do trabalho desenvolvido em Mogi, palestra sobre formas de violência, apresentação da Patrulha Maria da Penha, da Guarda; explanação sobre trabalho do Conselho Tutelar e as violências domésticas; depoimentos de parceiras do Projeto Acredita Poderosa.

Agosto Lilás (2)

A palestra do dia do evento será aberta pela vereadora Fernanda Moreno e terá as participações das advogadas Raquel Rondon, Mylena Brito, Fabiana Rossetti; das conselheiras tutelares de Mogi, equipe da Patrulha Maria da Penha, além da advogada e ativista Mayra Vieira Dias. As palestras vão acontecer noAuditório Tuffy Elias Andere, na Câmara.

Tarcísio e o “Xerife”

O deputado estadual Jorge Wilson, mais conhecido como “Xerife do Consumidor”, levou um verdadeiro batalhão de assessoras para esperar o governador Tarcísio de Freitas, em Suzano. Devidamente uniformizadas, ela distribuíam cartões de visita com os telefones e redes sociais do deputado, já pensando em 2028, é claro...

Tarcísio e as faixas

Num terreno do Bunkyo de Suzano, ao lado do Ginásio Paulo Portela, onde ocorreu recepção a Tarcísio, eram vistas faixas de agradecimento ao governador. Nelas apareciam fotos do homenageado, junto com o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi; o deputado estadual André do Prado, atual presidente da Alesp; e o deputado federal Marcio Alvino, os três do PL. Junto, a inscrição: “Suzano agradece o apoio do governador Tarcísio de Freitas”.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2023É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por