MENU
BUSCAR
INFORMAÇÃO

ANTT autoriza nova linha de ônibus entre Rio de Janeiro e Mogi

Nova linha terá seções em Resende (RJ), São José dos Campos e Taubaté (SP) no trajeto entre o Rio e Mogi das Cruzes

Darwin ValentePublicado em 10/12/2021 às 07:20Atualizado há 2 meses
Viação Sampaio - Divulgação
Viação Sampaio - Divulgação

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) acaba de autorizar o Consórcio  Guanabara de Transportes, formado pelas empresas Viação Útil e Viação Sampaio, a implantar uma nova linha de ônibus entre o Rio de Janeiro e Mogi das Cruzes. 

O percurso, que terá o  prefixo 07-0206-60, deverá ser coberto com ônibus leito  inclui a cidade do Rio de Janeiro e Resende (RJ), com paradas (seções), em Taubaté e São José dos Campos, antes da chegada em Mogi. 

Ainda não há informações sobre quando a nova linha será operada. 

A decisão 640, de 6 de dezembro de 2021, foi assinada por Luciano Lourenço da Silva, superintendente de Serviços de Transporte Rodoviário de Passageiros, da ANTT.

Mogi terá novo duto para etanol

O Ministério das Minas e Energia decidiu aprovar como prioritário, o projeto de transferência e transporte de petróleo e seus derivados, gás natural e biocombustíveis, denominado “Projeto de Expansão de Dutovias Logum - Fase I - Dutovia Suzano - Guarulhos”, sob responsabilidade da  empresa Logum Logística S/A.  

A medida abre caminho para a exploração comercial , no início do ano, do plano que prevê um duto de aço carbono de 16 polegadas para transportar etanol anidro e hidratado por cerca de 25 km entre Estação de Válvulas de Suzano, em de Mogi, e o Terminal Terrestre de Guarulhos.  

O duto passará por  Mogi, Suzano e Itaquaquecetuba, antes de chegar em Guarulhos.

 Uma eleição difícil demais

Após muitas reuniões, marchas e contramarchas, a disputa pela presidência da Câmara estava, nesta quinta (9), entre Marcos Furlan (DEM) e José Francimário Vieira de Macedo, o “Farofa” (PL).

Mas ainda não dá para cravar que os dois irão “bater chapas”  na eleição da próxima terça-feira (14). 

Novas reuniões estão previstas para acontecer durante todo o final de semana, devendo se estender até a próxima segunda ou até na terça, antes do pleito. 

Sinal que muita coisa ainda poderá mudar nesse jogo, um dos mais difíceis dos últimos anos.  

Um bem informado político, com acesso aos bastidores da sucessão, disse à coluna:

 “A se manter o atual quadro, o vencedor fará 12 votos contra 11. Se até lá eles ainda estiverem na disputa como candidatos”, garantiu.

ÚLTIMAS DE Informação