Entrar
Perfil
INFORMAÇÃO

Aeronave com Costa Neto se acidentou no mesmo ponto crítico de Congonhas

Em 2003, jatinho que conduzia o então deputado do PL ficou descontrolado ao manobrar e deslizar num lençol de água, próximo ao local do acidente do último domingo

Darwin Valente
11/10/2022 às 07:07.
Atualizado em 11/10/2022 às 07:33

Avião que conduzia o deputado Valdemar Costa Neto, em 2003, acidentou-se muito próximo do local onde outro acidente ocorreu na tarde de domingo, provocando sérios problemas em Congonhas (Arquivo - Aeronáutica)

O acidente com uma aeronave de passageiros, às 13h30 de domingo (9), que teve um dos pneus do trem de pouso furado, e foi parar rente ao barranco do final da pista do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, remete a um fato semelhante, envolvendo personagens de Mogi das Cruzes, entre eles, o então deputado Valdemar Costa Neto (PL), ocorrido no início de 2003, coincidentemente, no mesmo local.

Era a tarde de sábado, 4 de janeiro daquele ano, quando o piloto do Learjet, prefixo PT-XSZ, com capacidade para oito pessoas, de propriedade do empresário mogiano, Fernando Simões, ao aterrissar em Congonhas, por volta de 18h30 (horário de verão), perdeu o controle do aparelho, na hora de realizar uma manobra na curva situada próximo à cabeceira da pista.

Um lençol de água formado no asfalto teria feito com o que aparelho deslizasse e seguisse até que parte de sua estrutura ultrapassasse os limites do aeroporto e atingisse a avenida Washington Luís, quebrando uma das asas e causando vazamento de combustível, logo controlado pelos integrantes de quatro viaturas do Corpo de Bombeiros da Capital, que atenderam ao acidente.

Piloto e co-piloto, com ferimentos leves, tiveram de ser levados para o Hospital São Paulo. Um pipoqueiro que trabalhava no local onde o avião caiu, também foi atingido levemente e teve de ser socorrido.

Presidente do PL e deputado à época, Valdemar Costa Neto sofreu apenas um arranhão numa das mãos, mas viveu um grande susto, ao final de uma viagem para Goiás. Ele e sua ex-namorada, Maria Christina Mendes Caldeira, haviam participado de um final de semana de festas pelo aniversário de Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT, que reuniu políticos e outros amigos na residência de sua família, na região de Buriti Alegre, no estado goiano.

Ao contrário do acidente do último domingo, que provocou enorme confusão no tráfego aéreo, por conta da suspensão de 140 voos, com origem ou destino a aeroportos de 21 cidades, além da Capital, o episódio de 2003 foi resolvido rapidamente, com a retirada do jatinho, pouco tempo depois do acidente.

Naquele final de tarde de sábado, o aeroporto esteve interditado apenas por alguns instantes, mas logo foi liberado.

Explicado

Ao agradecer os mais de 18, 2 mil votos recebidos nas eleições passadas, o presidente da Câmara, vereador Marcos Furlan (PODE), apontou um dos motivos para não ter conseguido se eleger: a demora no início da campanha para deputado estadual.  

Segundo ele, ao iniciar a campanha somente em julho, não houve tempo suficiente para ampliar a sua votação fora de Mogi, de onde poderiam ter vindo os votos que lhe faltaram para chegar à Assembleia.

Ausência

Na história de um ex-boia fria, Belmiro Gomes, hoje presidente da rede Assaí Atacadista, contada na edição de segunda-feira (10) pelo Estadão, diz que o executivo tem apertado ao máximo sua agenda para acompanhar as muitas inaugurações de novas lojas que foram adquiridas da rede Extra e que estão ganhando a nova bandeira, depois de reformadas. 

O presidente, no entanto, não deverá comparecer à inauguração da terceira loja do Assaí, a ser inaugurada quinta-feira (13), no bairro do Mogilar. Segundo informou sua assessoria, Gomes já tem compromisso com a abertura de outra loja naquele mesmo dia. 

Ao assumir o comando do atacarejo, em 2011, o Assaí tinha 40 lojas. Hoje são mais de 230 unidades.

Viagem...

O prefeito Caio Cunha (PODE) juntamente com o secretário Claudio de Faria Rodrigues, de Planejamento, e a arquiteta e urbanista Fabíola de Almeida, estão em Londres, participando de um curso na London School of Economics, em parceria com a Fundação Bernard van Leer, onde receberão subsídios para a implantação, em Mogi das Cruzes, de políticas voltadas para a primeira infância e ao desenvolvimento global das crianças, desenvolvidas inicialmente na LSE Urban95 Academy.

...a Londres

O projeto Urban95 está voltado para o desenvolvimento de diretrizes municipais para crianças a partir de 95 cm, altura média de uma criança, aos 3 anos e meio de vida. 

A intervenção piloto desse projeto será colocada em prática, inicialmente, em uma região carente do Jardim Aeroporto, no distrito de Braz Cubas.

O plano para Mogi, desenvolvido inicialmente pelo secretário Claudio, a arquiteta Fabíola e pela psicóloga Milena Grieco, da Secretaria Municipal de Assistência Social e gerente do programa Criança Feliz, foi apresentado inicialmente na LSE Urban95 Academy e se classificou entre os apresentados por 40 cidades de todo o mundo. E por isso, o grupo foi escolhido para o curso em Londres.

À frente

A conferir: fonte digna de todo crédito informa à coluna que as freiras do Instituto Amor Misericordioso assumiram a direção pedagógica do Instituto Dona Placidina, uma das respeitadas instituições de ensino da cidade. 

A escola ganhou projeção sob o comando das Irmãs Ursulinas, que lá permaneceram durante mais de meio século e que deixaram o posto após desencontros com o comando da Diocese.

As irmãs do Instituto Amor Misericordioso oferecem suporte educacional e religioso aos projetos da Fundação Anna de Moura, desenvolvidos na região do Jardim Aeroporto III, no distrito de Braz Cubas.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por