MENU
BUSCAR
Gravidez e Bebê

Tratamentos dentários: o que é ou não permitido

Sangramentos e inflamações são mais comuns na gravidez: veja como evitar e o que você pode fazer em caso de problemas nos dentes...

BabyHomePublicado em 24/11/2021 às 08:30Atualizado há 8 dias
Divulgação/Shutterstock
Divulgação/Shutterstock

Não descuide dos seus dentes durante a gestação, por vários motivos: O aumento da circulação pode causar sangramento na gengiva e, dependendo do modo como você usa a escova e o fio dental, provocar dor e inflamação. A saliva e o pH da boca podem mudar durante a gravidez, favorecendo o aparecimento de cáries. Algumas grávidas, no início da gravidez, podem negligenciar a higiene (mesmo sem se darem conta disso) por se sentirem enjoadas com os movimentos da escovação e com o sabor da pasta. Além de possíveis cáries, outra consequência é a periodontite, infecção causada pelo crescimento de placa bacteriana por baixo da gengiva, o que origina uma inflamação da membrana que envolve o dente. A gengiva fica inchada, avermelhada, sangra, apresenta mau cheiro e pode até levar à perda de dentes. As bactérias da periodontite podem percorrer o corpo, chegar ao útero e levar a um parto prematuro.É seguro tratar de problemas nos dentes?

Ir ao dentista, portanto, é fundamental para checar se está tudo bem com sua dentição – principalmente se houver sangramento nas gengivas. Ao marcar a consulta, avise sobre sua condição. Só assim o profissional poderá avaliar quais os procedimentos mais seguros, quais substâncias usar no caso de uma anestesia e que tipo de material adotar numa obturação ou restauração. O amálgama, à base de mercúrio, não é recomendado. Clareamentos, só depois do parto.

Se houver a necessidade de um raio X, a proteção com um colete de chumbo é necessária – aliás, é uma medida importante para qualquer radiografia durante a gravidez. Mas fique tranquila: a quantidade de radiação, principalmente no consultório dentário, não oferece riscos ao bebê. E, seja qual for o caso, tratar uma infecção na gravidez supera qualquer eventual risco, pois prevê problemas futuros muito mais graves.

Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito.