Entrar
Perfil
Gravidez e Bebê

Marina Repetto: “Meditação pode ajudar na gravidez, parto e pós-parto”

A especialista Marina Repetto explica como a meditação pode ajudar na gravidez, no parto e no pós parto e mostra por onde começar

BabyHome
30/06/2022 às 13:33.
Atualizado em 07/06/2022 às 20:48

Marina Repetto: “Meditação pode ajudar na gravidez, parto e pós-parto” - BabyHome (Divulgação/Shutterstock)

A especialista, que acaba de dar à luz sua primeira bebê, fala dos benefícios de praticar meditação na gravidez e explica por onde começar 

 Quando você descobre que está grávida, é como se uma chave virasse dentro da sua cabeça. De repente, você não é mais só você e há um outro ser, aí dentro, que depende dos seus cuidados e da sua atenção. Mas nem sempre essa compreensão chega facilmente. Parar para se conectar com a sua mente e com o seu corpo, sobretudo neste momento único na vida, é essencial para ajudar você - e, consequentemente, seu bebê - na passagem por esse processo. Marina Repetto sabe bem o que é isso. Além de ser especialista em meditação e Ho’oponopono, ela acaba de dar à luz sua primeira bebê, que nasceu depois que ela bateu esse papo exclusivo com BabyHome. A pequena Maitê nasceu na última quinta-feira (10). 

Carregando...

 Durante a entrevista, ela contou um pouco sobre as vantagens de meditar na gravidez e no pós-parto e explicou que a prática, inclusive, ajuda na preparação e no momento do parto. “Existem ferramentas potentes, que aliviam toda a tensão no trabalho de parto, como a conexão com a respiração e a prática de afirmações positivas. A respiração profunda traz um estado de relaxamento e aumenta a força vital, deixando a mãe energizada e presente”, explica. 

 Confira a entrevista completa e inspire, respire, relaxe…

 BabyHome - Quais são os benefícios da meditação na gestação?

Marina Repetto - A meditação nos coloca em um estado de presença. Ela auxilia em todo o processo de autoconhecimento e favorece a conexão da mãe e do bebê, através da respiração consciente e da atenção ao momento presente. Além disso, melhora a qualidade do sono, estimula o sistema imunológico, alivia as tensões e ajuda na conexão com o próprio corpo, diante de tantas mudanças.

 BH - Se a pessoa nunca meditou, a gravidez é um bom momento para iniciar? Por quê?

MR - Sim, excelente! A meditação ocupa um papel muito importante na redução da ansiedade e, por isso, ajuda a mãe a viver de uma maneira mais harmônica todo esse processo. A prática da respiração consciente, mesmo que não aconteça por um período muito longo durante o dia, pode ser inserida em qualquer fase da vida, quando há vontade do praticante em colher os frutos desse hábito, que é tão positivo. Durante a gestação, a mulher pode passar por fases desafiadoras e encontrar na meditação acalanto, conforto e cuidado, além de relaxar a mente e ajudar a lidar melhor com as emoções, o que é um ótimo estimulante para levar essa prática para a vida.

 BH - Como começar a meditar? Qual é a melhor forma?

MR - A melhor forma para começar a meditar é reservando um momento do dia para que você se conecte com você mesmo. Práticas de meditação guiada, por exemplo, auxiliam muito quem está iniciando no processo e ajudam a aumentar a concentração e a presença. É importante encontrar um lugar calmo, adotar uma postura confortável e atentar-se à respiração, que traz consciência e conexão com o momento presente. Mantras também podem auxiliar na conexão. No início, pode ser mais desafiador focar a atenção e os pensamentos podem ficar dispersos, porém, retornar à atenção para a respiração é a chave para se entregar e acessar todo o conhecimento que o silêncio interior nos proporciona.

 BH - Meditar pode ajudar também no trabalho de parto? Existem técnicas para isso?

MR - Sim, com certeza! A meditação é uma grande aliada do preparo para o momento do parto e nos auxilia a viver com entrega tudo que o processo envolve. Além disso, está relacionada também com a redução do risco de depressão pós-parto e maior conexão com o bebê no momento do nascimento. Existem ferramentas potentes, que aliviam toda a tensão no trabalho de parto, como a conexão com a respiração e a prática de afirmações positivas. A respiração profunda traz um estado de relaxamento e aumenta a força vital, deixando a mãe energizada e presente. As afirmações trazem coragem, força e empoderamento, que são fundamentais para viver esse momento.

 BH - O que é ho'oponopono e como a prática pode ajudar na gestação?

MR - O Ho’oponopono é uma prática havaiana de cura, perdão e purificação. A repetição de suas frases chaves “eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grata” é responsável por limpar as memórias dolorosas que armazenamos em nosso interior, dando espaço a inspiração e a conexão com a divindade que mora dentro de nós. A gestação é um período em que temos a oportunidade de curar e ressignificar as nossas dores e traumas, e também estreitar as relações com as pessoas que amamos. Muitas memórias surgem de lugares profundos e há um grande resgate de nossa criança interior adormecida. Dessa maneira, a prática do Ho’oponopono torna todo esse processo mais leve, permitindo que haja uma profunda limpeza no que estava armazenado, abrindo espaço para o amor, para alegria e para a conexão.

 BH - Aplicativos de meditação podem ajudar?

MR - Sim! Atualmente existem muitas meditações disponíveis para iniciantes, intermediários e avançados. A meditação guiada é uma grande aliada dos praticantes e existem muitas ferramentas disponíveis em aplicativos. O Insight Timer é um app que amo e uso em muitas práticas! 

 BH - Meditar também pode ajudar em toda a confusão do pós-parto? Como a mãe pode se organizar para encontrar tempo para isso, mesmo tendo a vida “virada de cabeça para baixo” depois que o bebê nasce?

MR - Sim! A meditação nos leva a um intenso processo de autoconhecimento e clareia a percepção que temos sobre todas as coisas. Por mais que seja um período muito intenso, a prática durante a gestação já vai nos preparando para viver toda a intensidade do puerpério. Mesmo que a prática não seja feita da mesma maneira que antes, alguns minutos de olhos fechados, trazendo a atenção para a respiração já podem auxiliar muito a mãe que se encontra atarefada e cansada, cercada de mudanças por todos os lados. A repetição de afirmações e das frases chaves do Ho’oponopono a qualquer hora do dia também é muito importante para atravessar a confusão pós-parto!

 Quer saber mais? Assine a newsletter de BabyHome e receba toda semana mais dicas sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e grátis!

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por