Entrar
Perfil
CANAL

O Diário abre espaço para as notícias da favela em novo canal do site

Favela 3D, projeto da ONG Gerando Falcões, agora tem um espaço de comunicação exclusivo para notícias

Mariana Acioli
09/06/2022 às 17:10.
Atualizado em 10/06/2022 às 23:03

Trecho do canal que entra no ar (Reprodução)

A iniciativa que chegou no Alto Tietê com o sonho de reestruturar as favelas e promover transformações nas comunidades agora tem um canal exclusivo no site de O Diário.

A Favela 3D (Digna, Digital e Desenvolvida), lançada em fevereiro na cidade de Ferraz de Vasconcelos, um projeto da ONG Gerando Falcões, tem impactado a vida de moradores da Favela dos Sonhos, auxiliando na construção de uma sociedade com menos desigualdades.]

“Eu fico muito feliz e honrado com a sensibilidade demonstrada pelo O Diário em ceder um espaço tão disputado e importante para os nossos projetos de educação e cidadania, além dos programas de transformação sistêmica, como o Favela 3D que, utilizando ciência de foguete, está levando tecnologia, dignidade e desenvolvimento para os moradores da Favela dos Sonhos. Obrigado, O Diário, por contribuir com a nossa missão de transformar a pobreza da favela em peça de museu”, comentou Eduardo Lyra, CEO da ONG Gerando Falcões sobre a novidade disponível no site.

No novo canal de comunicação do site de O Diário, o leitor/internauta encontrará as notícias mais recentes e relevantes sobre a atuação do projeto na região do Alto Tietê. Exemplo é a reportagem produzida para falar sobre as oportunidades de emprego de moradores da Favela dos Sonhos.

A história do Bruno Alves que, por meio da Favela 3D, conseguiu uma nova chance no mercado de trabalho, também está no novo canal.

“Eles me procuraram, deram oportunidades. Falaram que abriram umas vagas de emprego. Para mim, vai ser uma grande chance para eu seguir minha vida, mudar de vida também e eu acredito que vai dar tudo certo, se Deus quiser”, comentou, esperançoso.

A conquista foi graças ao Pacto Pela Inclusão Econômica das Favelas. Este compromisso foi assinado por 15 empresas no início de abril, com o objetivo de, até o final de 2022, zerar o desemprego na comunidade, impactando a vida das 225 famílias da favela.

projeto que já completou três meses na região também se sustenta nos seguintes pilares: moradia digna, acesso à saúde, direito à educação, cidadania e cultura de paz, primeira infância, autonomia da mulher, geração de renda e cultura, esporte e lazer.

Além das ações recentes da instituição, desde a inauguração do centro comunitário Favela 3D, em Ferraz, outros programas têm sido desenvolvidos pela ONG, em parceria com o poder público, comunidade local, setor privado, universidades e organizações do terceiro setor para interromper o ciclo de pobreza na favela.

“Vamos criar um grupo de EJA na escola local, levantar o número exato de crianças que precisam estar nas escolas e garantir essas vagas, além de começar uma série de trilhas de cursos profissionalizantes, algumas exclusivas para jovens, e também uma estratégia de empregabilidade com as empresas locais, criando pactos sociais com os empresários da região e garantindo que tenham vagas de empregos para todos. Iniciaremos um processo de empreendedorismo coletivo, e vamos criar hortas e cooperativas, que consigam desenvolver a economia”, esclareceu Nina Rentel, diretora de Tecnologias Sociais da Gerando Falcões em entrevista a O Diário no dia da inauguração, em fevereiro.

Reunido em um só espaço, o canal Favela 3D, no site de O Diário de Mogi, atualizará o leitor sobre as ações que estão sendo realizadas no Alto Tietê.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por