Entrar
Perfil
DIA SEGUINTE

STF pede relatório de multas aplicadas por bloqueios bolsonaristas

Polícia Rodoviária Federal tem prazo de 48 horas para apresentar as sanções aplicadas a motoristas

Agência Brasil e O Diário
03/11/2022 às 18:29.
Atualizado em 03/11/2022 às 18:29

Caminhoneiros bolsonaristas realizaram protesto contra o resultado das eleições na Mogi-Dutra (Mariana Acioli)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
DIA SEGUINTE

STF pede relatório de multas aplicadas por bloqueios bolsonaristas

Polícia Rodoviária Federal tem prazo de 48 horas para apresentar as sanções aplicadas a motoristas

Agência Brasil e O Diário
03/11/2022 às 18:29.
Atualizado em 03/11/2022 às 18:29

Caminhoneiros bolsonaristas realizaram protesto contra o resultado das eleições na Mogi-Dutra (Mariana Acioli)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes deu prazo de 48 horas para que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apresente relatório de todas as multas aplicadas a veículos que participaram de bloqueios em rodovias federais. 

Em Mogi das Cruzes, a rodovia Mogi-Dutra registrou bloqueios após a derrota do presidente Jair Bolsonaro (veja aqui).

A decisão foi tomada na ação na qual o ministro determinou, na segunda-feira (31), o total desbloqueio das rodovias federais que registraram paralisações de caminhoneiros. 

“Intime-se, com urgência e inclusive por meios eletrônicos, o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para que apresente, no prazo de 48 horas, o relatório circunstanciado de todas as multas aplicadas em cumprimento à decisão proferida nos presentes autos, com a identificação dos veículos e pessoas autuadas”, determinou o ministro. 

Hoje, a PRF informou que ainda restam ao menos 73 pontos de interdição parcial ou bloqueio integral em trechos de vias federais que cortam o país. Segundo a corporação, policiais rodoviários federais já conseguiram liberar o trânsito em 876 localidades. 

No domingo (30), após o anúncio da vitória de Luiz Inácio Lula da Silva para a Presidência da República em segundo turno, grupos de caminhoneiros iniciaram bloqueios em diversos pontos do país em protestos contra os resultados. 

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por