Entrar
Perfil
EDUCAÇÃO

Seis escolas estaduais de Mogi e região terão ensino integral em 2023; veja lista

No Estado, 261 estabelecimentos terão o novo modelo de ensino a partir do ano que vem

O Diário
08/11/2022 às 08:52.
Atualizado em 08/11/2022 às 08:52

Escola do Lucinda Bastos está na lista do Programa de Ensino Integral para 2023 (Reprodução - Google)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
EDUCAÇÃO

Seis escolas estaduais de Mogi e região terão ensino integral em 2023; veja lista

No Estado, 261 estabelecimentos terão o novo modelo de ensino a partir do ano que vem

O Diário
08/11/2022 às 08:52.
Atualizado em 08/11/2022 às 08:52

Escola do Lucinda Bastos está na lista do Programa de Ensino Integral para 2023 (Reprodução - Google)

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo divulgou a implantação de 261 novas escolas no Programa Ensino Integral (PEI) para o ano letivo de 2023. Até o início da atual gestão, o Estado contava com 364 unidades funcionando em tempo integral (6% da rede) e agora serão 2.311 (44% da rede).  

Em Mogi das Cruzes, as escolas que passam a contar com o ensino integral são EE Lucinda Bastos, no distrito de Jundiapeba, Tadao Sakai, no Cocuera, e Comendador Koheiji Adachi, no Jardim Santos Dumont.

Já em Suzano, passa a oferecer o modelo a EE Geraldo Justiniano de Rezende Silva. Em Ferraz de Vasconcelos serão dois novos endereços: EE Professor Mário Manoel Bastos de Aquino e no Conjunto Residencial Parque Dourado II.

"Essas 261 novas escolas terão educação e aprendizado em dobro para os estudantes. Isso completa um ciclo desse governo que saiu de 100 mil alunos em 2019 para mais de 1,2 milhão de alunos no ano letivo de 2023. Foi um enorme esforço feito pelo Governo do Estado e pela rede estadual de educação para que a gente pudesse alcançar esse número", afirmou o governador Rodrigo Garcia (PSDB)

Com a ampliação, o número de vagas neste modelo de ensino foi multiplicado por dez nesse período, passando de 115 mil para mais de 1,2 milhão.  

Presente em todas as 91 Diretorias de Ensino do Estado, o Programa de Ensino Integral alcança 492 municípios paulistas e propicia um aumento expressivo na proficiência dos alunos em Matemática e Língua Portuguesa, por exemplo. 

Argumentos

Recente pesquisa do Instituto Sonho Grande, Instituto Natura e Laboratório de Estudos e Pesquisas em Economia Social (Lepes) mostrou que estudantes do 3º ano das escolas PEI analisadas obtiveram 14,1 pontos adicionais em Matemática e 10,2 em Língua Portuguesa na escala SARESP.

Considerando que um estudante típico aprende ao longo do Ensino Médio o equivalente a 15 pontos na escala SAEB em Matemática e 20 pontos em Língua Portuguesa, de acordo com uma pesquisa do professor Ricardo Paes de Barros, pode-se concluir que o estudante do PEI teve quase três anos letivos adicionais de aprendizagem em Matemática e um ano e meio em Língua Portuguesa do que teria caso sua escola não tivesse se tornado integral. 

O programa também é um importante aliado para a redução da evasão escolar. Para escolas estaduais do PEI, a taxa de evasão foi 10,6 p.p. menor se comparada às escolas regulares. O impacto é ainda maior para jovens com atraso escolar, em que a taxa de evasão foi 19,4 p.p menor. 

O estudo revela ainda que os resultados são ainda mais expressivos em escolas que aderiram ao modelo PEI há mais tempo. Alunos que frequentaram por pelo menos três anos o ensino médio integral têm mais do que o dobro de aprendizado em Matemática e 73% a mais em Língua Portuguesa do que um estudante típico desta etapa. 

"Alguns estavam receosos, mas hoje eles já mudaram de ideia, mesmo sem o ensino integral ter iniciado ainda, isso porque a escola já está se preparando para 2023 e toda comunidade está vendo como o PEI vai ser bom", conta a diretora da Escola Estadual Professor Nathanael Silva, em Várzea Paulista, Sueli Lourdes da Silva.  

Balanço:

Neste ano, já contaram com o modelo de ensino as seguintes unidades em 2022:

Professor Aristoteles De Andrade - Mogi Das Cruzes
Padre Bernardo Murphy - Mogi Das Cruzes
Doutor Deodato Wertheimer - Mogi Das Cruzes
Francisco Ferreira Lopes - Mogi Das Cruzes
Jose Ribeiro Guimaraes - Mogi Das Cruzes
Leonor De Oliveira Mello - Mogi Das Cruzes
Rev Professor Osmar Teixeira Serra - Mogi Das Cruzes
Professor Paulo Ferrari Massaro - Mogi Das Cruzes
Professora Rosa Maria De Souza - Salesópolis
Doutor Anis Fadul - Suzano
Professor Antonio Brasilio Menezes Da Fonseca - Suzano
Doutor Jose Eduardo Vieira Raduan - Ferraz De Vasconcelos
Professora Leda Fernandes Lopes - Suzano
Prefeito Tacito Zanchetta - Ferraz De Vasconcelos

Bertha Correa e Castro Da Rocha - Poá
Professora Carmen Netto Dos Santos - Itaquaquecetuba
Professor Clovis Da Silva Alves - Itaquaquecetuba
Vereador Durval Evaristo Dos Santos - Itaquaquecetuba
Professor Elias Zugaib - Poá
Professora Ivone Da Silva De Oliveira - Poá
Jose Gama De Miranda - Itaquaquecetuba
Margarida De Camillis - Poá
Professora Maria Aparecida Ferreira - Poá
Jornalista Paulo Eduardo Olintho Rehder - Poá
Dona Rosaria Isolina De Moraes - Itaquaquecetuba
Professora Silvia Gama Balaben - Poá
Vila Arizona I - Itaquaquecetuba
Vila Ercilia Algarve - Itaquaquecetuba

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por