Entrar
Perfil
Educação

No Dia da Enfermagem, conheça as diferentes áreas de atuação do profissional

Confen registra atualmente mais de 2 milhões de enfermeiros no Brasil

Agência Educa Mais Brasil
13/05/2022 às 22:19.
Atualizado em 13/05/2022 às 22:19

Este fato não se deve apenas a pandemia de Covid-19, mas, sobretudo porque a categoria está ampliando suas áreas de atuação (Divulgação)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
Educação

No Dia da Enfermagem, conheça as diferentes áreas de atuação do profissional

Confen registra atualmente mais de 2 milhões de enfermeiros no Brasil

Agência Educa Mais Brasil
13/05/2022 às 22:19.
Atualizado em 13/05/2022 às 22:19

Este fato não se deve apenas a pandemia de Covid-19, mas, sobretudo porque a categoria está ampliando suas áreas de atuação (Divulgação)

Segundo dados do Conselho Federal de Enfermagem (Confen), atualmente, no Brasil existem mais de 2 milhões de profissionais da enfermagem. O número inclui trabalhadores registrados como auxiliares, técnicos, enfermeiros e obstetrizes. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também aponta que cerca da metade dos trabalhadores da área da saúde estão na Enfermagem, sendo 80% de técnicos e auxiliares e 20% de enfermeiros.

Seja no nível técnico, tecnólogo ou no bacharelado, a área oferece muitos caminhos para os interessados adaptarem aos seus interesses profissionais. Atualmente, o mercado de trabalho para o profissional de saúde está passando por avanços significativos. Este fato não se deve apenas a pandemia de Covid-19, mas, sobretudo porque a categoria está ampliando suas áreas de atuação.

“Antes as pessoas tinham a percepção de que os enfermeiros eram auxiliares da área médica. Mas, na verdade, a categoria é protagonista em todos os setores da saúde. Estamos presentes na docência em universidades, coordenação, liderança de equipes, gestão de unidades. Esses profissionais estão cada dia mais qualificados para o atendimento direto ao paciente”, diz Jackeline Souza, coordenadora do curso de Enfermagem da Faculdade Pitágoras.

Pela diversidade das áreas de atuação, os enfermeiros podem passear pela profissão e conhecer um pouco de cada especialidade. Renata dos Santos Alves, 22 anos, sempre quis trabalhar na área de saúde, mas estava em dúvida entre seguir a graduação em Enfermagem ou curso técnico de Enfermagem. “A área da saúde sempre me encantou, então eu pensei em fazer a graduação, mas eu precisaria estudar cinco anos e isso não era um atrativo. Sendo assim, procurei me informar sobre o curso técnico e soube que era a melhor opção para mim. Estou na metade do curso e já consegui aprender muita coisa que vou aplicar no meu dia a dia”, conta a jovem.

Possibilidades de atuação

Os enfermeiros podem desenvolver atividades com assistência direta ao paciente, docência, gestão hospitalar, pesquisa, empreendedorismo, entre outros. A Organização Mundial da Saúde estima que até 2030 o mundo tenha uma necessidade de nove milhões de enfermeiros para atingir a meta de cobertura universal da saúde.

A docente da Jackline fala avalia que o cenário profissional é promissor para os futuros formandos. “O estudante precisa, antes de tudo, entender suas habilidades e pretensões pessoais. O momento é favorável para profissionais de saúde, com vagas disponíveis e chances ainda maiores para quem prioriza a qualificação profissional”, orienta a docente.

O enfermeiro é um profissional muito requisitado em diversas instituições de saúde, como hospitais, clínicas médicas, postos de saúde, laboratórios. Além destas, conheça outras áreas em que um enfermeiro pode atuar:

Hospitalar: atua em diversas instituições de saúde públicas e privadas ao lado de médicos, prestando os primeiros socorros a pacientes, atualização de prontuários e administração medicamentosa.

Geriátrica: profissional especializado no atendimento de pessoas idosas. Pode trabalhar em hospitais, clínicas de repouso e asilos. Também presta atendimento domiciliar.

Emergencial: atua em prontos-socorros e unidades de atendimento de urgência e emergência.

Cirúrgica: auxilia médicos durante cirurgias. O enfermeiro prepara os pacientes, explica os procedimentos, testa os equipamentos que serão utilizados, esteriliza os instrumentos, sendo responsável também pelos procedimentos pós-operatórios.

Obstetrícia: cuida de mulheres grávidas ou em período de amamentação. Auxilia médicos durante todo o acompanhamento pré-natal, durante o parto e pós-parto.

Resgate: atende vítimas no local de acidentes ou calamidades. Integra equipes de salvamento para prestar os primeiros socorros, analisar as condições dos pacientes e transportá-los de maneira segura até um hospital.

Domiciliar: presta assistência na casa dos pacientes. Realiza os mesmos serviços como se estivesse em um hospital, mas sem todos os equipamentos e rotinas destes ambientes.

Dia Internacional da Enfermagem

Em 12 de maio de 1820 nascia Florence Nigthingale, a mulher que no futuro seria conhecida como pioneira da enfermagem moderna. Entre os seus inúmeros feitos na área da saúde, fundou a primeira Escola de Enfermagem da Inglaterra no Hospital Saint Thomas. Em homenagem ao seu legado, o dia 12 de maio foi instituído como o Dia Internacional da Enfermagem. Aqui no Brasil, a data também comemora o pioneirismo da brasileira Ana Néri, considerada “a mãe dos brasileiros” e da enfermagem no país.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
Copyright © - 2022 - O Diário de MogiÉ proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuído por