MENU
BUSCAR
OPORTUNIDADE

Com redução de alunos, a prova do Enem acontece com tranquilidade em Mogi

Mais de 5.600 estudantes estavam sendo esperados para fazer a prova do Enem, realizada neste domingo em Mogi. Neste ano, a redação é sobre o tema: “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso a cidadania no Brasil.

O DiárioPublicado em 21/11/2021 às 17:25Atualizado há 8 dias
Divulgação/Jonny Ueda
Divulgação/Jonny Ueda

Cerca de 5.600 alunos da cidade se inscreveram para realizar o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), que acontece na tarde de hoje em Mogi e em diversas cidade do País. A aplicação da prova teve início às 13h30, e o término será às 19h, neste primeiro dia, que teve movimento tranquilo em frente à Universidade de Mogi das Cruzes, até por conta da redução do número de inscritos em 2021.

A segunda fase do Enem será no próximo domingo. Neste ano, as inscrições foram menos da metade do registrado em 2020, quando foram 12,5 mil participantes.

A redação deste Enem é sobre o tema “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso a cidadania no Brasil”. A informação sobre a escolha do assunto foi divulgada pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro, em suas redes sociais, alguns minutos após o início das provas.

O tema promove discussão sobre a cidadania e situação de muitos brasileiros que ainda não tiveram acesso a registro civil, o que impede essas pessoas a ter garantias de direitos básicos porque não são reconhecidas pelo Estado. No Brasil, o próprio governo federal teve a confirmação de que existiam os chamados “invisíveis”, em 2020, no início da pandemia, durante o cadastro realizado para os programas de transferência de renda.

A ativista na área de Educação, a vereadora Malu Fernandes (SD), que foi quem articulou a aprovação do projeto de lei que garantiu gratuidade nos transportes para os estudantes fazerem as provas, comentou a redação. “Na minha visão o tema permite que o aluno disserte com diversas perspectivas, de uma forma ampla. Ao mesmo tempo, coloca um desafio na elaboração para eles, porque os jovens precisam pensar sobre uma questão que é uma dificuldade básica no nosso país, mas que muitas vezes não estamos discutindo, por não estar no foco da imprensa e dos governos. Enquanto muitos discutem sobre o acesso à conectividade, emprego e etc.  Há um passo antes, que é a garantia do acesso ao registro civil”, avalia.

Malu acompanhou o movimento deste domingo em frente à UMC, na hora da abertura dos portões para conversar com alunos e disse que também se deparou com funcionários de cursinhos pré-vestibulares na porta, apoiando e incentivando os alunos a fazerem a prova com calma.  “Percebi uma ansiedade, que é comum, nos jovens para entrar no local. Alguns checando mais de três vezes se estavam com os materiais necessários”, comenta.

Porém, ela alega que a redução de alunos foi perceptível, lembrando que neste ano houve redução foi histórica no Brasil, com a menor taxa inscrições de alunos inscritos no Enem desde 2008, “taxa histórica e muito lamentável”. Segundo a vereadora, durante visitas em escolas estaduais do município, ela observou que “o desânimo em relação aos estudos realmente está latente nos jovens e foi intensificado por conta da pandemia”.

Na região, caiu pela metade o número de inscritos no Enem es cidades do Alto Tietê. No total, fazem a prova hoje e no próximo domingo (21|) e no próximo dia 28, 16.546 estudantes. No último Enem, em 2020, foram 40.006., o que representa uma brutal diferença de 58,64% Porta de entrada para faculdades, o Enem registra essa baixa em um reflexo da evasão de milhares de estudantes no decorrer da pandemia, sobretudo no Ensino Médio.

Neste domingo estão sendo aplicadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas e suas tecnologias. A aplicação terá 5 horas e 30 minutos de duração, contadas a partir da autorização do aplicador para o início das provas.

O participante somente deverá responder às questões da prova de língua estrangeira (inglês ou espanhol) escolhida na inscrição.

No segundo dia do Exame, 28 de novembro, serão aplicadas as provas de ciências da natureza e suas tecnologias, e matemática e suas tecnologias. A aplicação terá 5 horas de duração, contadas a partir da autorização do aplicador para o início das provas.

Confira o total de inscritos do Alto Tietê que fizeram os exames hoje e que devem voltar para a segunda etapa no próximo domingo:

Mogi das Cruzes - 5.695

Suzano - 3.210

Itaquaquecetuba - 2.506

Ferraz de Vasconcelos - 1.797

Poá - 1.450

Arujá - 1.310

Santa Isabel – 588