Entrar
Perfil
ESCOLA PÚBLICA

Aulas na rede estadual começam na quarta-feira, em Mogi

Nas demais cidades, início do segundo semestre acontece a partir da terça-feira (26) com foco na revisão de conteúdos e recuperação perdas educacionais

O Diário
25/07/2022 às 15:16.
Atualizado em 25/07/2022 às 15:16

Escolas estaduais iniciam o segundo semestre nesta semana (Divulgação)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
ESCOLA PÚBLICA

Aulas na rede estadual começam na quarta-feira, em Mogi

Nas demais cidades, início do segundo semestre acontece a partir da terça-feira (26) com foco na revisão de conteúdos e recuperação perdas educacionais

O Diário
25/07/2022 às 15:16.
Atualizado em 25/07/2022 às 15:16

Escolas estaduais iniciam o segundo semestre nesta semana (Divulgação)

Enquanto a maioria dos 3,5 milhões de estudantes da rede estadual de São Paulo voltará às aulas nesta terça-feira (26), em Mogi das Cruzes, por causa do feriado, a retomada será quarta-feira. Um dos desafios será reparar as perdas educacionais identificadas pelos conselhos escolares e pesquisas de aprendizagem após o periodo de aulas online, por cauda da pandemia. De acordo com a Secretria Estadual de Educação, na primeira semana, os estudantes passarão por um processo de acolhimento e readaptação ao ambiente escolar por meio de ações de integração, inclusão e colaboração focadas nas competências sociemocionais, nos sonhos e projetos de vida dos estudantes. 

Após esse período, terão início as atividades de Recomposição das Aprendizagens, com foco no reforço e revisão do conteúdo ministrado ao longo do primeiro semestre a partir de novas abordagens e vivências, de forma que os estudantes possam suprir as eventuais dificuldades de aprendizado. 

Segundo o governo estadual, a estratégia foi traçada a partir das evidências identificadas durante as atividades dos respectivos conselhos e no replanejamento para o segundo semestre letivo, nos quais foi identificado que ainda há o que avançar para mitigar as perdas educacionais causadas pela pandemia.   

Dados do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), apontam que a educação brasileira é a segunda mais afetada na América Latina pela pandemia, atrás somente do México.  “A volta às aulas é um momento estratégico para desenvolver atividades de recomposição das aprendizagens com foco no acolhimento, recuperação, reforço e aprofundamento das habilidades essenciais, priorizadas para permitir que o estudante continue avançando. Essa é uma oportunidade para que o estudante possa aprimorar as aptidões desenvolvidas ao longo do curso”, afirma a coordenadora da Coordenadoria Pedagógica da Secretaria Estadual da Educação, Viviane Cardoso. 

A proposta é que a primeira quinzena de agosto seja exclusivamente dedicada ao Período de Recomposição das Aprendizagens, mas as unidades que sentirem necessidade, a partir do que for identificado pelos professores em sala de aula, poderão prorrogar as atividades até o final do mês. Para apoiar os professores a identificarem as habilidades que precisam ser retomadas, as avaliações continuarão abertas ao longo de todo o mês e como estratégia metodológica as escolas poderão agrupar os estudantes de diferentes idades conforme nível de conhecimento já adquirido e faixa etária, valendo-se do exemplo do Aprender Juntos, programa já em andamento na rede. 

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por