Entrar
Perfil
EDUCAÇÃO

Atividades do programa “Aprender mais e ninguém para trás” começaram nesta segunda-feira

Até o dia 28 de janeiro, os estudantes participarão de atividades para desenvolver a proficiência leitora e o raciocínio lógico

O DIário
11/01/2022 às 19:11.
Atualizado em 11/01/2022 às 19:11

(Foto: divulgação / PMMC)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
EDUCAÇÃO

Atividades do programa “Aprender mais e ninguém para trás” começaram nesta segunda-feira

Até o dia 28 de janeiro, os estudantes participarão de atividades para desenvolver a proficiência leitora e o raciocínio lógico

O DIário
11/01/2022 às 19:11.
Atualizado em 11/01/2022 às 19:11

(Foto: divulgação / PMMC)

28 escolas municipais de ensino fundamental de Mogi das Cruzes abriram as salas de aula para receber os mais de 1,4 mil alunos inscritos no programa “Aprender mais e ninguém para trás”, que tem como foco, nesta primeira etapa, a recuperação das aprendizagens durante as férias escolares.

Até o dia 28 de janeiro, os estudantes participarão de atividades para desenvolver a proficiência leitora e o raciocínio lógico. Todas as ações são realizadas respeitando os protocolos sanitários, como o uso obrigatório de máscaras e álcool em gel e a higienização frequente das mãos e dos ambientes educativos.

No Cempre Profª Lourdes Lopes Romeiro Iannuzzi, em Jundiapeba, as aulas começaram animadas. “Nesse primeiro dia, abordamos os jogos com os alunos e eles ficaram bem felizes. Os olhinhos brilharam quando começamos as atividades e eles se divertiram enquanto aprendiam mais sobre matemática”, contou o professor Pedro da Conceição França Júnior.

“O intuito do projeto é trabalhar o lúdico. Saímos um pouco do papel e caneta, então as crianças adoraram”, destacou a professora Adriana Martins Ribeiro da Silva. “Nós jogamos um jogo de tabuleiro e o resultado de aprendizagem foi positivo. Os jogos fazem os alunos pensarem e desenvolverem o raciocínio que elas precisam”, complementou a professora Cristiane da Silva.

Para os alunos, o primeiro dia de atividades foi de diversão e saltos em aprendizagem. “Foi bem legal! Eu joguei o joguinho e aprendi a contar”, disse Alan Rodrigues Marques, aluno do 3º ano. “Eu amei vir até a escola e ter aula hoje. Já estou animado para voltar nos outros dias”, contou Richard Paulino Correa, do 4º ano.

O “Aprender mais e ninguém para trás” é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação de Mogi das Cruzes, construída a partir do Grupo de Trabalho de Recomposição e Recuperação de Aprendizagem do Gaepe Mogi (Gabinete de Articulação para o Enfrentamento da Pandemia na Educação).

O programa, que é coordenado pelo Departamento Pedagógico (Deped), foi estruturado em três eixos: recuperação, recomposição e ampliação das aprendizagens, que serão implementados progressivamente ao longo dos próximos anos.

“A pandemia provocou grandes impactos na vida escolar de nossas crianças e não vamos medir esforços para recompor e recuperar as aprendizagens de cada aluno da rede municipal. Nosso compromisso é com o projeto de vida dessas crianças e vamos trabalhar bastante para formar a próxima geração de mogianos e mogianas”, destacou o secretário de Educação André Stábile.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por