Entrar
Perfil
ALDEN/HELBOR

Maquete mostra como será ocupação da Fazenda Itapety em Mogi; conheça

Residencial Fazenda Itapety é uma das 13 fases do projeto imobiliário entre o Rodeio e César de Souza, nas terras da antiga Fazenda Rodeio

Eliane José
12/07/2022 às 15:05.
Atualizado em 14/07/2022 às 17:52

Uma maquete do Fazenda Itapety, primeiro residencial da Reserva Serra do Itapety, empreendimento imobiliário que começou a ser planejado há 15 anos pela Helbor Empreendimentos Imobiliários e a Alden Desenvolvimento Imobiliário, está em exposição para as pessoas interessadas em conhecer esse futuro bairro de Mogi das Cruzes. O residencial tem 714 lotes e vendas previstas a partir de agosto.

Apresentado ao mercado em um evento fechado a um grupo de 400 corretores convidados, na sexta-feira (8), no Clube Med Paradise, no distrito de Jundiapeba, o cenário em miniatura sobre a ocupação da área mostra a subdivisão dos lotes e estruturas como os espaços ao ar livre, conjunto aquático, salões de festa e outros, planejados para atender ao morador do empreendimento de alto padrão.

A maquete projeta a distribuição dos lotes que terão metragem mínima a partir de 420 m² e das áreas de convivência e lazer. A previsão de entrega é 2025.

Maquete do residencial de alto padrão, Fazenda Itapety, está em exposição e foi apresentado na apresentação do empreendimento imobiliário a corretores (Divulgação/Helbor/Phelipe Azevedo/Foto e vídeo)

A infraestrutura do novo bairro que nascerá entre o Rodeio e César de Souza, com a ocupação mais no sentido Serra do Itapeti, está sendo construída. O lugar ganhará ruas e outras intervenções, como uma estação de tratamento de esgotos, que será incorporada ao patrimônio municipal. 

Essas obras são acompanhadas, há alguns meses, por quem passa pelas avenidas Pedro Romero (trecho inicial da via perimetral, em César) e Francisco Rodrigues Filho (na região em frente ao Colégio Brasilis, no sentido César e Botujuru). Onde as máquinas e homens trabalham hoje, será outra fase do Reserva Serra do Itapety, destinado ao setor comercial e empresarial - com lançamento ao mercado ainda sem data prevista.

Fazenda Itapety

Na apresentação do Fazenda Itapety, Henrique e Henry Borenstein,  presidente do Conselho de Administração e CEO da Helbor, respectivamente, disseram que o empreendimento ocupa uma área de 1,4 milhão de m², sendo que 27% se destinam aos lotes residenciais e o restante serão áreas livres - 50% de todo o imóvel, conhecido por abrigar, no passado, a Fazenda Rodeio, de propriedade da Suzano (de papel e celulose) e endereço do cultivo de eucalipto, é formado por áreas de preservação ambiental.

O perfil do comprador, acreditam Henrique e Henry, será formado por pessoas de Mogi das Cruzes e da região leste de São Paulo, que passaram a buscar um segundo imóvel, durante o período da pandemia, ou morar em meio à natureza.

Dois equipamentos ambientais estão planejados: o Parque Linear do Ribeirão Botujuru, que será aberto ao público, e a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Botujuru, que está sendo gerenciada pelo Instituto Ecofuturo, da Suzano - e também responde pelo Parque das Neblinas, localizado no Distrito de Taiaçupeba.

Esse empreendimento foi alvo de audiência pública em 2009 e está sendo desenvolvido pela Helbor e a Alden, empresa criada a partir da associação entre as famílias Borenstein e Feffer (a quem pertencia as terras).

Um showroom foi aberto nesta semana. No local está exposta a maquete do Fazenda Itapety, e o endereço é avenida Dr. Benedicto Laporte Vieira da Motta, 156, Mogilar.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por