MENU
BUSCAR
NEGOCIAÇÃO

Futuro do Extra deve ser decidido neste trimestre; Shibata pode voltar ao Mogilar

Assaí está negociação com o Grupo Pão de Açúcar; Shibata também faz tratativas para ocupação das instalações

Carla OlivoPublicado em 06/01/2022 às 15:28Atualizado há 19 dias
Futuro do Extra do Mogilar ainda está sendo definido / Eisner Soares
Futuro do Extra do Mogilar ainda está sendo definido / Eisner Soares

Ainda neste primeiro trimestre devem ser concluídas as negociações entre o Assaí e o Grupo Pão de Açúcar (GPA) sobre o futuro das instalações do antigo Hipermercado Extra, no bairro do Mogilar, em Mogi das Cruzes, que encerrou atividades no final do ano passado. Também há a possibilidade do prédio voltar a receber uma unidade do Shibata, que em dezembro último afirmou em nota a O Diário que ainda não havia uma definição, mas confirmou existirem "tratativas em andamento". 

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do Assaí informou, nesta quinta-feira (6), que as negociações entre Assaí e Grupo Pão de Açúcar (GPA), responsável pela bandeira Extra, contam ainda com etapas a serem concluídas. "Estimamos que o fechamento completo da transação ocorra antes do fim do primeiro trimestre de 2022. A lista de lojas envolvidas será divulgada assim que essa informação for disponibilizada ao mercado", trouxe a nota enviada a este jornal.

O Diário também busca, desde a última segunda-feira (3), informações sobre o assunto junto ao Shibata, já que em entrevista no último dia 20 de dezembro, o grupo afirmou que a empresa estava na expectativa da decisão do grupo Assaí ainda no final de 2021 para planejar o futuro do prédio do Mogilar, onde estava instalado o hipermercado Extra. No entanto, não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

O fechamento do Extra no Mogilar, onde a loja funcionou nos últimos 22 anos, foi anunciado em outubro do ano passado, com a divulgação de um acordo com o Grupo Assaí. De acordo com informações, o Pão de Açúcar negocia 71 lojas do Extra Hiper com o Grupo Assaí, que tem duas unidades em Mogi - uma no distrito de Braz Cubas e outra no próprio bairro do Mogilar. 

Em matéria publicada no final de novembro de 2021, a assessoria de imprensa do Assaí enviou a seguinte nota quando questionada por O Diário se a unidade mogiana passará a ser o terceiro endereço de atacarejo na cidade: "O comunicado realizado e divulgado sobre as aquisições dos 71 pontos comerciais do Extra Hiper pelo Assaí foi um entendimento de negócios entre o GPA (controlador do Extra) e o Assaí, que ainda terá etapas a serem concluídas. A lista de lojas envolvidas na operação será divulgada assim que o processo for concluído e essa informação for disponibilizada ao mercado". 

Em 2018, o Grupo Pão de Açúcar investiu na transformação das lojas CompreBem do Mogi Moderno, Socorro e Centro (avenida Voluntário Fernando Pinheiro Franco) na bandeira Extra Supermercado.

O prédio do Mogilar, onde o Extra Hipermercado funcionou nos últimos 22 anos, foi construído pelo Grupo Shibata e passou para as mãos do Grupo Pão de Açúcar em novembro de 1999, quando o GPA comprou, por cerca de R$ 50 milhões, seis supermercados de Mogi das Cruzes - quatro pertencentes à família Shibata e dois do antigo Supermercado Mogiano.

Já em 2016, ao completar 40 anos, um dos planos do Shibata era retomar o controle desta unidade do Mogilar, onde também funcionam farmácia, restaurante, lanchonete e churrascaria, além de outros endereços comerciais.

Após alguns anos desde 1999, respeitando cláusula contratual, o Shibata voltou atuar em Mogi das Cruzes, assumindo as unidades da Vila Industrial (hipermercado) e do centro (supermercado). Mas sempre manteve a expectativa de reabrir lojas do grupo nas unidades do Socorro e do Mogilar - que agora estará desocupada após o encerramento das atividades do Hipermercado Extra. 

  

ÚLTIMAS DE Notícias