MENU
BUSCAR
NEGÓCIOS

Movida, controlada por Fernando Simões, compra a Marbor Frotas de Mogi

Aquisição foi anunciada nesta quinta (16). Com a venda, o grupo Marbor passa a se dedicar aos ramos de imobiliária e hotelaria. Valor da transação teria sido de R$ 130 milhões

O DiárioPublicado em 16/12/2021 às 11:12Atualizado há 30 dias
Fernando Simões está à frente do pool de empresas como a Movida e adquiriu a Marbor / JSL/Divulgação
Fernando Simões está à frente do pool de empresas como a Movida e adquiriu a Marbor / JSL/Divulgação

A Movida, do grupo Simpar que tem à frente o empresário mogiano Fernando Simões como CEO, adquiriu a Marbor Frotas Corporativas, de Mogi das Cruzes, fundada pelo empresário Marcos Borenstein. A informação foi divulgada hoje (16). Com a venda, a Marbor passará a se dedicar exclusivamente aos ramos imobiliário e de hotelaria.

Por meio de nota,o grupo Marbor comunicou a concretização do negócio. Fundada em 1988, a empresa atua na gestão e terceirização de frotas desde 1996. " A partir de 2017, a Marbor Frotas Corporativas adotou uma sólida estratégia de expansão, levando suas operações para outras localidades em todo o Brasil", diza nota.

Desde então, a empresa obteve "crescimento médio anual de 35% em sua frota, com um aumento de mais de mil veículos em apenas 3 anos"

Atualmente, a empresa possui carteira com 1,8 mil veículos em contratos de locação, com uma idade média de aproximadamente 1,4 ano e distribuídos entre mais de 100 clientes corporativos.

"Os resultados positivos desta operação contribuíram para a aquisição firmada nesta semana. Segundo comunicado divulgado pela Movida, a Marbor Frotas Corporativas irá fortalecer os negócios desta companhia em nichos específicos de mercado, além de aumentar sua participação e carteira de clientes no segmento Gestão e Terceirização de Frotas".

As operações, bem como a carteira de clientes e a equipe de colaboradores, devem ser assumidos pela Movida nos próximos meses.

A partir de agora, o Grupo Marbor passa a se dedicar integralmente às linhas de negócios: imobiliários e de hotelaria.

"No setor imobiliário, o Grupo Marbor mantém a Vila Helio, com dezenas de pontos comerciais no Centro de Mogi.Construída por Helio Borenstein, na década de 1950, e totalmente revitalizada nos últimos anos, com urbanismo inspirado na arquitetura toscana, a Vila se tornou um novo polo de gastronomia e serviços da cidade.

Na mesma região, funciona o Hotel Marbor, inaugurado nos anos 1990 e que passou recentemente por um retrofit dos apartamentos, além de reformulação da gestão; além do espaço Alegratto, destinado a eventos sociais e corporativos.

Nos últimos anos, a bandeira Marbor é conduzida pelos filhos de Marcos Borenstein, Tatiana, Helio e Larissa.

Aquisições

Além de anunciar a aquisição do grupo Marbor, outras compras foram concluídos pelo empresário mogiano Fernando Simões. Em novembro, a Original Holding, rede de concessionárias do grupo, comprou  UAB Motors por R$ 510 milhões.

Neste mês, a  Vamos, adquiriu a HM Empilhadeiras em um negócio de R$ 150 milhões, e a Original comprou a Sagamar, do Maranhão, por R$ 306 milhões.

Segundo divulga hoje Carlos Sambrana, no Neofeed, o valor da transação da empresa mogiana Marbor Frotas foi de R$ 130 milhões. Em entrevista a Sambrana, Fernando Simões falou sobre os planos para 2022:: seguir com as fusões e aquisições e sobre as equisiões de 10 empresas neste ano, e investir até R$ 12 milhões em crescimento orgânico em 2022.

A Movida tem uma frota com 160 mil carros. Esse verdadeiro império formado por essa e as demais empresas do grupo começou a ser construído em Mogi das Cruzes, pelo pai de Fernando Simões, o senhor Julio Simões (1938-2012), como era chamado na cidade.

A sede da empresa se mantém no Distrito de Braz Cubas, onde um programa de visitas destinados à comunidade mostra a trajetória do patriarca e da família Simões e pode ser conhecido no Centro de Memória e Cultura Julio Simões.

Uma das frases ouvidas pelos estudantes e visitantes é: "Você quer? Você Pode"

No mesmo endereço ainda, funciona o Instituto Julio Simões.