Entrar
Perfil
NOVIDADE

Prefeitura lança o Mogi 500 anos com objetivo de planejar a cidade de 2050

Projeto inspirado em cidades como Recife propõe o planejamento do desenvolvimento sustentável para atender as gerações que, daqui a 38 anos, poderá desfrutar de conceitos como a qualidade de vida

O Diário
24/06/2022 às 17:42.
Atualizado em 24/06/2022 às 23:16

O Projeto Mogi 500 Anos foi apresentado pela Prefeitura de Mogi das Cruzes a um público formado por convidados em evento realizado no Cemforpe, no Nova Mogilar, na noite de quinta-feira (23). Inspirado em planos adotados por cidades como Recife (PE), a proposta pretende nortear o planejamento e desenvolvimento sustentável para o município nos próximos 38 anos, quando a cidade completará 500 anos de fundação.

O prefeito Caio Cunha (PODE) defendeu a continuidade do Projeto Mogi 500 Anos nas próximas 4 décadas. Isso tem um motivo porque a meta defendida pelo governo municipal é promover serviços e ações focadas em temas como educação, meio ambiente e qualidade de vida, para que em 2050, quando as crianças que nascerem nos próximos meses e anos atingirão a idade entre 35 a 38 anos e poderão vivenciar os resultados práticos desse novo conceito de cidade.

“Fomos escolhidos pelo povo para administrar a cidade. Quero dizer, de uma forma muito simples, que independentemente de ideologia e de visão de mundo, é fundamental que haja um compromisso com a nossa cidade, com o planejamento dos próximos 40 anos. E, sucessivamente, que os próximos gestores também cumpram rigorosamente e aperfeiçoem cada vez mais a cidade que a gente não só quer, mas a cidade que a gente precisa”, disse Caio Cunha a um público composto por lideranças sociais e empresariais, além de funcionários do poder público.

O que é

Secretário Lucas Porto apresenta o projeto Mogi 500 Anos, em Mogi das Cruzes (Josué Suzuki)

O Projeto Mogi 500 Anos propõe uma visão de longo prazo, apoiada em projetos estruturadores, que terão esse olhar para o futuro, além da a vigilância da sociedade que poderá sustentar este compromisso no longo prazo. A iniciativa promete retirar “os processos de planejamento de dentro dos gabinetes, alterando a linguagem dos jargões técnicos para falar a língua do cidadão e dar às pessoas a oportunidade de participarem efetivamente da construção de sua própria cidade”.

Esse conceito está sendo desenvolvido pela Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão Estratégica, que tem Lucas Porto à frente. Ele disse que deverá “dialogar com todos os setores da cidade para que ela seja sustentável, como meio ambiente, educação, segurança, entre outros. Realizaremos discussões diversas para que a gente tenha uma visão integral do desenvolvimento da cidade. Isso pressupõe olhar para os Objetivos do Milênio, definidos pela ONU, e considerá-los também nesse planejamento”.

Para a vice-prefeita, Priscila Yamagami Kähler, o Mogi 500 Anos terá a missão de adequar a cidade aos novos padrões de sustentabilidade exigidos atualmente.
“Como a ideia é levar pelos próximos 40 anos e muito mais, para as próximas gerações, é importante acelerar e entender que existe um compromisso de que todos constroem a cidade”, disse.

“Queremos que as pessoas opinem e que isso provoque resgates de todas as características que a cidade possui, em todos os sentidos, afinal é a nossa cultura”, complementou.

O empreendedor Guilherme Cavalcante, que foi coordenador do programa Recife 500 anos e está participando da estruturação do projeto em Mogi das Cruzes, além do arquiteto urbanista Ciro Pirondi, consultor da Prefeitura, e o engenheiro Marcos Magalhães, apresentaram os objetivos da iniciativa.

Homenagem

Apresentações culturais e homenagens a representantes de famílias tradicionais e ligadas aos principais ramos empresariais da cidades  - Shibata, Borenstein, Costa Filho, Alabarce, Bezerra de Melo, Yamamoto, Mori, Da San Biagio,  Saada e Simões fizeram parte do lançamento.

Todos destacaram a iniciativa. Túlio Da San Biagio, da TV Diário e de O Diário de Mogi, enfatizou que o jornalismo da TV, do jornal e do site sempre continuará dando destaque, ao longo dos anos, para assuntos que defendam os interesses de Mogi.
Grupos integrantes do diversificado acervo histórico e cultural de Mogi das Cruzes, como a congada, o taikô, balé e Festa do Divino Espírito Santo apresentaram-se no palco do evento.

Entre outras lideranças presentes no lançamento do programa, estavam o presidente nacional do Partido Liberal e ex-deputado Valdemar Costa Neto; o deputado federal Marco Bertaiolli (PSD); o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PL); a prefeita de Ferraz de Vasconcelos, Priscila Gambale (PSD); e o presidente da Câmara de Mogi das Cruzes, Marcos Furlan (PODE).

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por