Entrar
Perfil
Criaticidade

Obras do novo parque começam com resgate de fauna

Confira vídeo sobre o Parque Airton Nogueira, que faz parte do conjunto de obras estruturantes do Programa Viva Mogi

Criaticidade
29/11/2021 às 17:22.
Atualizado em 01/12/2021 às 22:48
Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
Criaticidade

Obras do novo parque começam com resgate de fauna

Confira vídeo sobre o Parque Airton Nogueira, que faz parte do conjunto de obras estruturantes do Programa Viva Mogi

Criaticidade
29/11/2021 às 17:22.
Atualizado em 01/12/2021 às 22:48

Veja mais notícias sobre a cidade no Canal Criaticidade.

Mais um parque começa a surgir em Mogi das Cruzes.

Atualmente, os trabalhos consistem na execução do plano de afugentamento e resgate de fauna, um trabalho que já faz parte do cronograma de execução das obras, ou seja, pode-se dizer, portanto, que as obras começaram. 

O Parque Airton Nogueira vai ser construído na avenida Antônio de Almeida e faz parte do conjunto de obras estruturantes do Programa Viva Mogi e terá investimento de R$ 10.826.671,34. Serão 139.478,04 m², o equivalente a quase 20 campos de futebol padrão Fifa. A principal característica será a prática de esportes. 

O novo parque contará com campo de futebol, quadras de areia, quadra poliesportiva, quadra de tênis, miniquadra de basquete, parcão (espaço destinado a pets), pergolados, Academia da Terceira Idade (ATI), playground, praça de convivência, parkour, paisagismo, drenagem, reservatório de água, pista de caminhada e ciclovia.

O Programa Viva Mogi terá financiamento de cerca de R$ 350 milhões, captados junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), e está dividido em três eixos. Um deles será o socioambiental, que prevê a construção de dois novos parques (Airton Nogueira e outro parque, na avenida Francisco Rodrigues Filho), além da ampliação do Parque Centenário e da recuperação das áreas verdes próximas ao rio Tietê.

Outro eixo é o de mobilidade e desenvolvimento urbano, que inclui a construção da avenida Parque (Corredor Ambiental Ecológico Sustentável - CAES), sistema de vias e intervenção urbanística em Cezar de Souza. Outra ação será a implantação de 30 quilômetros de ciclovias interligando os parques e o Corredor Ambiental Ecológico Sustentável, bem como a construção de uma passarela sobre o rio Tietê. No total, serão 6,2 km de CAES, 3 novas transposições e ciclovias.

O terceiro eixo será o de saneamento básico, que prevê a ampliação da capacidade da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Cezar de Souza, que passará de 142 para 460 litros por segundo. Também serão implantadas redes de abastecimento de água e de coleta de esgoto em Cezar de Souza, além do saneamento ambiental do Córrego Lavapés e Córrego dos Corvos.

Quem foi Airton Nogueira, nome do parque

Nascido em Mogi das Cruzes, em 1944, Airton Nogueira foi um cidadão que sempre trabalhou pelo crescimento e desenvolvimento da cidade. Foi comerciante e teve importante atuação em atividades culturais e comunitárias do município.

Presidiu a Associação Comercial de Mogi das Cruzes e, em 1984, criou o Sindicato do Comércio Varejista (Sincomércio) de Mogi das Cruzes e Alto Tietê. Também foi um dos principais membros da tradicional Festa do Divino de Mogi das Cruzes. Atuou como voluntário na preparação do conhecido prato do afogado desde 1976. Em 1998, ao lado da esposa Beth, foi capitão-de-mastro da festa. Atuou como festeiro em 2002, presidiu a Associação Pró-Divino entre 2004 e 2008 e coordenou da barraca do Afogado desde 1998, até sua morte, em 2016. 

Teve ainda participação ativa em várias entidades e associações em Mogi das Cruzes. Foi diretor-fundador da Legião Mirim, diretor da Liga Mogiana de Futebol de Salão, conselheiro do União Futebol Clube e do Clube de Campo de Mogi das Cruzes (CCMC) e membro do Rotary Club Mogi – Centro. Fez parte das diretorias dos Clubes Vila Santista e Náutico. Foi diretor-executivo em Mogi das Cruzes do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de São Paulo, além de membro da Regional do Sindicato dos Aposentados de Mogi. Também foi presidente do Conselho da Federação do Comércio do Estado de São Paulo e por um período esteve no comando da Secretaria de Esportes de Mogi das Cruzes.

Entre 2003 e 2007, foi provedor da Santa Casa de Misericórdia de Mogi das Cruzes, tendo papel fundamental na recuperação da unidade hospitalar, que realiza milhares de atendimentos, principalmente para a população mais humilde da cidade. 

Morreu em 2016, vítima de câncer, mas sempre trabalhando e realizando projetos que buscavam o desenvolvimento da cidade. Uma de suas últimas ações foi buscar a instalação de uma unidade do Sesc em Mogi das Cruzes, que foi formalizada em 2020 e que deverá começar a funcionar neste ano.

Carregando...
Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
Copyright © - 2022 - O Diário de MogiÉ proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuído por