MENU
BUSCAR
Criaticidade

Mogiano pode dar sugestões para a prefeitura; saiba como

Nova plataforma da Prefeitura de Mogi das Cruzes abre um canal direto com o cidadão

Josué SuzukiPublicado em 06/08/2021 às 14:10Atualizado em 06/08/2021 às 14:10
Reprodução site prefeitura
Reprodução site prefeitura

Você sabe o que é Plano Plurianual, também conhecido como PPA? Difícil, né? Mas planejamento e metas? Tranquilo, certo?

Pois bem: o Plano Plurianual é uma ferramenta de planejamento realizado a médio prazo, que lista metas para os governos municipal, estadual e federal. Define os objetivos da gestão pública, inclusive com propostas da própria população.

No primeiro ano de cada mandato, a Prefeitura elabora um plano de metas e ações orçamentárias para quatro anos. Com isso, as políticas públicas têm sua execução garantida durante esse período. O PPA ainda precisa ainda indicar as fontes de recursos, bem como as metas e objetivos que devem ser alcançados e os órgãos que ficarão responsáveis pela sua execução. E o documento precisa ser vpotado pela Câmara até o final do ano para vigorar a partir do ano seguinte.

Até aqui nada de novo. Mas o que quero ressaltar é uma iniciativa da Prefeitura de Mogi das Cruzes para ouvir a população, tendo como um dos objetivos a elaboração desse plano. A novidade foi lanlada esta semana: a plataforma Participa Mogi.

Para você que só reclama da administração pública, esta é uma oportunidade para ajudar ou até mesmo reclamar com razão no futuro. Qualquer cidadão pode participar. Basta entrar no canal que está no site da administração, e jogar lá a sua ideia. A reportagem de O Diário acessou o site e encontrou uma plataforma intuitiva e de fácil acesso.

A promessa é de que todas as sugestões sejam respondidas, mesmo as não aproveitadas.“O Programa Participa Mogi é uma ferramenta que vai oferecer a possibilidade da população atuar coletivamente na construção da cidade. Vamos ouvir a sociedade, saber o que ela pensa sobre cada assunto, para tomarmos as decisões que se reflitam positivamente na vida de cada um. Queremos uma cidade pensada e voltada para as pessoas”, disse o prefeito Caio Cunha, na ocasião do lançamento do projeto.

A gente fala tanto em participar da vida ativa da cidade e eis que surge uma ótima oportunidade. Afinal, o exercício da cidadania não acaba no voto e não se limita à cobrança. Participação é fundamental.

A mudança de uma cidade começa pelo cidadão.