MENU
BUSCAR
Criaticidade

Ainda não entendeu o 'Viva Mogi'? A gente explica

Um breve resumo para você conhecer melhor o programa que vai construir dois novos parques em Mogi das Cruzes, novas avenidas e 30 quilômetros de ciclovias e ciclofaixas

Da redaçãoPublicado em 03/09/2021 às 00:05Atualizado há 26 dias
Arte: divulgação / PMMC
Arte: divulgação / PMMC

São US$ 69,4 milhões de financiamento, 6 quilômetros de novas vias, 30 quilômetros de ciclovias e ciclofaixas, 2 novos parques e 5 anos para tudo isso ficar pronto.

É muito número, muitas obras, novidades aos montes. É o Programa "Viva Mogi", antigo "Mogi + Ecotietê".

Se você, caro leitor, se perdeu nos números, o canal Criaticidade reúne todo o material divulgado até agora e organiza em tópicos para que cada um entenda o que vai acontecer na cidade nos próximos anos.

O foco, segundo o prefeito Caio Cunha (PODE) é a qualidade de vida da população. Vamos, portanto, entender melhor o que vem por aí:

Saneamento

O segmento "Viva Mogi! Saneamento" representa quase 50% dos recursos investidos. Propõe a despoluição do Tietê e modernizar o tratamento de água. A capacidade da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de César de Souza será ampliada de 142 para 460 litros de tratamento por segundo. Prevê ainda novas redes coletoras de água e esgoto, e o saneamento ambiental do Córrego Lavapés e Córrego dos Corvos.

Mobilidade

São seis quilômetros de novas vias para desafogar o trânsito em César de Souza. Uma nova via, a "Avenida Parque", vai conectar a avenida Yoshiteru Onishi com a Francisco Rodrigues Filho e com a João XXIII. Em outro trecho, liga a mesma avenida Francisco Rodrigues Filho com a Vereador Dante Jordão Stoppa, criando uma nova rota de entrada e saída de César de Souza. Nas palavras da administração, a ideia é criar "uma cidade de 15 minutos" e destacar o comércio perto da residência.

Ciclovias e Ciclofaixas

Mogi tem ciclovia ou calçada (mal) pintada?

São 30 quilômetros que prometem conectar Mogi. Os novos parques previstos serão conectados por meio de um corredor ambiental ecológico sustentável.

Vias existentes que ganharão novas ciclovias e ciclofaixas: avenida Prefeito Carlos Ferreira Lopes, avenida Lothar Waldemar Hoehne, rua Carlos Barattino, avenida Antônio de Almeida, avenida Francisco Rodrigues Filho, rua Euclides da Cunha, rua Pedro Genovês, avenida Floresbal Chacon Martins, avenida Basílio de Magalhães, rua Catarina Carrera Marcatto, avenida Ricieri José Marcatto, avenida Nellusco Lourenço Boratto, avenida Vereador Dante Jordão Stoppa, avenida João XXIII, avenida Major Mello, rua Castro Alves, avenida Presidente Castelo Branco.

Novas vias com ciclofaixas e ciclovias: avenida Parque e passarela de conexão entre os parques.

Novos parques

O Parque Centenário, cartão postal de Mogi das Cruzes, receberá obras de ampliação e modernização. Novos acessos, ampliação de vagas de estacionamento e estudos para destacar as manifestações culturais no local.

Dois novos parques estão previstos para as avenidas Antônio de Almeida e Francisco Rodrigues Filho.

Na Antônio de Almeida, perto da ponte Ângelo Albiero Filho, a ponte do Rodeio,o novo parque terá uma característica para o esporte, com miniquadras de basquete, duas quadras poliesportivas, três quadras de streetball, duas quadras de vôlei de areia, três quadras de tênis, campo de futebol de grama sintética, pista de caminhada, playground, academia da terceira idade, palco, praça, ciclovia, estacionamento, lanchonete e áreas para parkour e pets.

Já na Francisco Rodrigues Filho, a natureza será protagonista. Um núcleo ambiental, para atrair alunos de escolas e universidades, com área de contemplação da natureza, praça, passarela e mirante.

Quer entender mais?

Leia detalhadamente cada reportagem abaixo.

- 'Viva Mogi! Saneamento' quer águas mais limpas para a cidade

- Seis quilômetros de novas vias prometem desafogar o trânsito em César de Souza

- Até que enfim! Programa 'Viva Mogi!' criará rede cicloviária de 30km na cidade

- Abandonado, rio Tietê é o protagonista do 'Viva Mogi!'

- Vem aí: dois novos parques e ampliação do Centenário em Mogi

-  Prazo para que todas as obras do 'Viva Mogi!' saiam do papel é 2025