MENU
BUSCAR
PROVA AMANHÃ

Cai mais da metade o número de inscritos no Enem na região de Mogi

Enquanto nesse ano, o total de inscritos será de 16.546 estudantes nas cidades do Alto Tietê, em 2020, esse total foi de 40.006

Eliane José e Silvia ChimelloPublicado em 20/11/2021 às 16:00Atualizado há 2 meses
UMC receberá estudantes para a prova deste domingo (21) na cidade / Tânia Rego/Agência Brasil
UMC receberá estudantes para a prova deste domingo (21) na cidade / Tânia Rego/Agência Brasil

A mesma diferença notada em outros vestibulares e processos seletivos para o ensino superior no ano que vem acontece no Exame Nacional do Ensino Médio, com começa neste final de semana. Caiu pela metade o número de inscritos no Enem nas cidades do Alto Tietê. No total, neste ano, fazem a prova amanhã, domingo (21|) e no próximo dia 28, 16.546 estudantes. No último Enem, em 2020, foram 40.006., o que representa uma brutal diferença de 58,64%.

Porta de entrada para faculdades, o Enem registra essa baixa em um reflexo da evasão de milhares de estudantes no decorrer da pandemia, sobretudo no Ensino Médio.

Os primeiros estudos sobre o impacto da pandemia na educação mostram dados alarmantes, evidenciados pela baixa procura pelo Enem, também afetado por denúncias de interferência do governo federal na elaboração da prova.

Um dos estudos, publicado em julho, pelo Unicef (Fundo para as Nações Unidas) e que teve como base, o Estado de São Paulo, mostrou que em 2020 cerca de 670 mil ficaram fora de aula. E, com uma diferença: enquanto em 2019 (antes da pandemia), a evasão era de 2% e atingiu crianças de 6 a 10 anos, em 2020, o percentual saltou para 9,2%, com prevalência de alunos de 6 a 17 anos.

No Enem, neste domingo (21), são esperados em Mogi das Cruzes, 5.695 inscritos para a prova presencial, menos da metade do resgistrado em 2020, quando foram 12,5 mil partidicpantes.

Nas demais cidades, os inscritos são:

Suzano - 3.210

Itaquaquecetuba - 2.506

Ferraz de Vasconcelos - 1.797

Poá - 1.450

Arujá - 1.310

Santa Isabel - 588

Análise

O efeito dessa drástica de redução é comentado pela educadora e vereadora Inês Paz (PSOL). Na opinião dela, o desinteresse dos alunos é reflexo da atual política do governo federal, que promoveu “desmonte do Enem, gerou a crise no Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), demissões de funcionários”, entre outras situações que ela entende como “pano de fundo para a falta de credibilidade, de incentivo e de logística”, o que acaba interferindo no interesse dos jovens em se inscrever para as provas.

O governo federal, na opinião dela, deveria ter dado mais publicidade e investido em uma ampla campanha de divulgação para incentivar os alunos a se inscreverem para realizar as provas.

Ativista na área de Educação, a vereadora Malu Fernandes (SD) que foi quem propôs a gratuidade nos transportes públicos oferecida pela Prefeitura de Mogi aos alunos que vão fazer as provas do Enem neste domingo e no próximo, também lamenta a queda no número de inscrições e diz que a cidade e o país vão sentir os reflexos disso no futuro.

Ela observa que neste ano o Brasil teve o menor número inscrições de alunos inscritos no Enem desde 2008, “taxa histórica e muito lamentável”. Segundo a vereadora, durante visitas em escolas estaduais do município, ela observou que “o desânimo em relação aos estudos realmente está latente nos jovens e foi intensificado por conta da pandemia”.

As consequências negativas disso na educação, como explica a parlamentar, serão observados ao longo dos próximos anos, porque impacta na profissionalização dos jovens. “Quando o aluno se inscreve no Enem, ele demonstra que está buscando a profissionalização, e isso traz consequências positivas do ponto de vista econômico para o desenvolvimento de nossa cidade e do pais”.

Malu disse ainda a gratuidade nos transportes que Mogi está oferecendo é uma forma de apoiar os jovens, e adianta que para o próximo ano a expectativa é de que a Prefeitura coloque em prática a proposta que ela defende de oferecer cursos pré-vestibular gratuito na cidade para preparar os alunos para o Enem