Entrar
Perfil
BALANÇO

Sobe para 29 o número de mortos por chuvas no Estado

Segundo dados divulgados pela Defesa Civil na manhã desta quinta-feira (3), 5.548 famílias estão desabrigadas ou desalojadas

Agência O Globo
03/02/2022 às 12:22.
Atualizado em 03/02/2022 às 16:47

Além do rastro de destruição, as chuvas deixaram 5.548 famílias desabrigadas ou desalojadas (Crédito: Divulgação / Pixabay)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
BALANÇO

Sobe para 29 o número de mortos por chuvas no Estado

Segundo dados divulgados pela Defesa Civil na manhã desta quinta-feira (3), 5.548 famílias estão desabrigadas ou desalojadas

Agência O Globo
03/02/2022 às 12:22.
Atualizado em 03/02/2022 às 16:47

Além do rastro de destruição, as chuvas deixaram 5.548 famílias desabrigadas ou desalojadas (Crédito: Divulgação / Pixabay)

As chuvas que atingiram o estado de São Paulo nos últimos dias deixaram 29 mortos, segundo dados divulgados pela Defesa Civil nesta quinta-feira (3). Entre as vítimas há oito crianças, incluindo um bebê de três meses. Há também14 feridos e cinco desaparecidos.

Além do rastro de destruição, as chuvas deixaram 5.548 famílias desabrigadas ou desalojadas. São pessoas que vivem em habitações muitas vezes precárias, construídas próximas  a encostas e barrancos e que podem desabar com chuvas e deslizamentos. Atualmente morando em abrigos ou casa de conhecidos, esses vizinhos do deslizamento convivem com o medo de voltar para as suas casas, localizadas em áreas de risco.

O maior número de mortos foi na cidade de Franco da Rocha (SP), onde os deslizamentos deixaram 13 vítimas. Os últimos corpos encontrados foram de um homem e de uma criança cujos nomes ainda não foram divulgados. Na quarta-feira, o Corpo de Bombeiros também localizou um casal de gêmeos de 16 anos e o avô deles, de 82.

De acordo com a Defesa Civil, há ocorrências relacionadas às chuvas espalhadas por todo estado, incluindo alagamentos, queda de árvores, quedas de muros e deslizamentos de terra. No total, são 37 municípios afetados.

O município de Várzea Paulista contabilizou até agora cinco mortos, seguido de Francisco Morato, com quatro óbitos. A cidade, visitada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) na terça-feira, conseguiu acelerar o trabalho de buscas após receber duas máquinas retroescavadeiras e sete caminhões emprestados pelo prefeito de Santo André (SP), Paulo Serra (PSDB).

Também registraram mortos as cidades de Itapevi (1), Arujá (1), Embu das Artes (3), Jaú (1) e Ribeirão Preto (1).

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por