Entrar
Perfil
Levantamento

Município onde irmão de Bolsonaro é chefe de gabinete ganhou R$ 10 milhões do orçamento secreto

Cidade de Miracatu (SP) foi agraciada com empenhos de verbas da União nos últimos dias de 2021, totalizando R$ 35 milhões; atuação de Renato Bolsonaro foi determinante.

Agência O Globo
07/01/2022 às 09:40.
Atualizado em 07/01/2022 às 09:48

A atuação de Renato Bolsonaro foi determinante para que ao menos uma parte dos empenhos saísse (Reprodução - Facebook)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
Levantamento

Município onde irmão de Bolsonaro é chefe de gabinete ganhou R$ 10 milhões do orçamento secreto

Cidade de Miracatu (SP) foi agraciada com empenhos de verbas da União nos últimos dias de 2021, totalizando R$ 35 milhões; atuação de Renato Bolsonaro foi determinante.

Agência O Globo
07/01/2022 às 09:40.
Atualizado em 07/01/2022 às 09:48

A atuação de Renato Bolsonaro foi determinante para que ao menos uma parte dos empenhos saísse (Reprodução - Facebook)

O município de Miracatu (SP), localizado no Vale do Ribeira, a 137 quilômetros da capital paulista, foi beneficiado com o empenho de R$ 35 milhões em verbas da União no apagar das luzes de 2021. A cidade, de 20 mil habitantes, tem como prefeito Vinícius Brandão (PL), cujo chefe de gabinete é Renato Bolsonaro, irmão do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL).

Um levantamento feito pelo GLOBO identificou que o montante foi empenhado (reservado para gasto) entre os dias 17 e 30 de dezembro por meio dos ministérios do Desenvolvimento Regional; Agricultura; Cidadania e Turismo. Segundo o Portal da Transparência, pelo menos R$ 10 milhões são provenientes de emendas de relator do chamado orçamento secreto — instrumento pelo qual um parlamentar destina recursos federais a uma determinada localidade sem que seu nome apareça publicamente.

Carregando...

Documentos a que a reportagem teve acesso mostram que o dinheiro separado no final de 2021 deverá ser gasto na compra de tratores, manutenção de estradas vicinais, melhorias na drenagem das ruas, assim como em outras obras do centro de eventos da cidade.

O GLOBO apurou que a atuação de Renato Bolsonaro foi determinante para que ao menos uma parte dos empenhos saísse. No Ministério da Cidadania, por exemplo, os recursos só foram reservados depois que o irmão do presidente tratou do assunto diretamente com o titular da pasta, ministro João Roma.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
Copyright © - 2022 - O Diário de MogiÉ proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuído por