MENU
BUSCAR
Desacordo

Ferroviários terão audiência com CPTM, hoje, e mantêm greve para amanhã

Paralisação deve afetar todas as linhas de trens, inclusive, as que atendem ao Alto Tietê. Sindicatos pedem reajuste salarial à Companhia.

O DiárioPublicado em 14/07/2021 às 12:52Atualizado há 14 dias
Greve está mantida a partir da 0 hora desta quinta-feira / Divulgação - CPTM
Greve está mantida a partir da 0 hora desta quinta-feira / Divulgação - CPTM

Os sindicatos representantes dos ferroviários – que são o Sorocabana, o São Paulo e o Engenheiros de São Paulo – têm nesta quarta-feira (14), às 16 horas, uma audiência de conciliação com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

ATENÇÃO: FOI DIVULGADO O RESULTADO DA REUNIÃO

Os trabalhadores entraram com ação no Tribunal para pedir que a CPTM assine o Acordo Coletivo de Trabalho completo, com as cláusulas econômicas sugeridas e assim garantir o reajuste salarial dos ferroviários. A greve, anunciada na semana passada e que deve atingir todas as linhas de trens, está mantida a partir da 0 hora desta quinta-feira (15), sem previsão de término.

“A empresa insiste em reajuste zero pelo segundo ano consecutivo. Eles não querem acertar os valores do salário, Vale Refeição, Vale Alimentação, de nada, mas o preço aumentou, o salário não dá mais conta de pagar itens básicos. É preciso entendimento e respeito da CPTM com os ferroviários para que o serviço continue funcionando”, esclarece José Claudinei Messias, presidente interino do Sindicato da Sorocabana.

De acordo com os Sindicatos, já foi instaurado Dissídio Coletivo de Greve pelo TRT - SP, e os Ferroviários confiam no reconhecimento da legalidade pelo TRT, pois está claro que a empresa não está cumprindo com suas obrigações.

ÚLTIMAS DE Brasil