MENU
BUSCAR
MOBILIZAÇÃO

Deputado Bertaiolli lidera abaixo-assinado pela derrubada do veto ao Refis do Simples Nacional

Busca de adesão ao documento contra a recente decisão do presidente Bolsonaro movimenta as redes sociais

O DiárioPublicado em 09/01/2022 às 16:41Atualizado há 7 dias
Marco Bertaiolli pede apoio a abaixo-assinado contra veto ao Refis do Simples Nacional / Divulgação
Marco Bertaiolli pede apoio a abaixo-assinado contra veto ao Refis do Simples Nacional / Divulgação

O presidente da Frente Parlamentar do empreendedorismo e deputado federal, Marco Bertaiolli (PSD), lidera o abaixo-assinado pela derrubada do veto ao Refis do Simples Nacional. Neste domingo (9), o parlamentar postou vídeo nas redes sociais pedindo adesão ao movimento contra a recente decisão do presidente Jair Bolsonaro. 

"Estamos elaborando um abaixo-assinado. Fizemos no ano passado, no Congresso Nacional, uma medida que tive oportunidade de ser o relator e abre espaço para o Refis das micro e pequenas empresas, com parcelamento especial da dívida acumulada neste período excepcional, que foi a calamidade pública destes dois anos de pandemia. As micro e pequenas empresas e os microempreendedores individuais foram os mais sacrificados, tiveram queda no faturamento, não venderam, não pagaram impostos e chegou o momento de organizar este pagamento. O governo não está renunciando e nem abrindo mão de receber, é apenas um parcelamento especial para que o empreendedor possa pagar o que ficou para trás, continuar trabalhando e pagar os impostos atuais", explica.

O deputado também criticou o veto do presidente Bolsonaro à inciativa. "É contraproducente o Governo vetar esta iniciativa, como foi feito, porque impede a sobrevivência da pequena empresa, que fecha, demite funcionários, nunca mais vai pagar os atrasados e muito menos os impostos atuais. Este veto é um equívoco e estamos trabalhando para demonstrar a todos os parlamentares, deputados e senadores, que precisamos votar contra este veto, em fevereiro. Estamos organizando um abaixo-assinado para que o Refis possa valer e as mciroempresas possam ter a tranquilidade de pagar seus impotsos de forma parcelada", completa o deputado.

O Refis prevê o parcelamento das dívidas acumuladas durante os dois anos de pandemia, com a isenção de multas e juros e o saldo dos débitos em até 180 meses.

"Esse benefício foi vetado pelo governo, e somente com a mobilização de toda a sociedade civil, entidades e empreendedores, conseguiremos dar a força necessária para que este veto seja derrubado, e o apoio tão esperado chegue a quem mais precisa", conclui o deputado.

O link para aderir ao abaixo-assinado é https://bit.ly/abaixo-assinado-derrubada-veto-refis

ÚLTIMAS DE Brasil