Entrar
Perfil
TRAGÉDIA

Bolsonaro diz que irá a Recife na segunda para 'se inteirar da tragédia' em PE

Presidente afirmou em redes sociais que disponibilizou meios para socorrer atingidos pela chuva no estado

Agência O Globo
29/05/2022 às 11:45.
Atualizado em 29/05/2022 às 11:46

Neste sábado, Bolsonaro disse que determinou ao Ministério do Desenvolvimento Regional o monitoramento ininterrupto da situação (Foto: divulgação / Antonio Cruz / Agência Brasil)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
TRAGÉDIA

Bolsonaro diz que irá a Recife na segunda para 'se inteirar da tragédia' em PE

Presidente afirmou em redes sociais que disponibilizou meios para socorrer atingidos pela chuva no estado

Agência O Globo
29/05/2022 às 11:45.
Atualizado em 29/05/2022 às 11:46

Neste sábado, Bolsonaro disse que determinou ao Ministério do Desenvolvimento Regional o monitoramento ininterrupto da situação (Foto: divulgação / Antonio Cruz / Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro disse por meio de suas redes sociais neste domingo que irá a Recife amanhã para "se inteirar da tragédia" em Pernambuco, assolado por fortes chuvas que fizeram ao menos 35 vítimas até o momento.

Em publicação, o chefe do Executivo afirmou que o governo disponibilizou, desde o primeiro momento, "meios para socorrer os atingidos", incluindo as Forças Armadas.

Carregando...

Neste sábado, Bolsonaro disse que determinou ao Ministério do Desenvolvimento Regional o monitoramento ininterrupto da situação, com o envio de equipes para prestar o auxílio necessário às autoridades locais no socorro às regiões afetadas.

Afirmou ainda que o governo mobilizou, além das Forças Armadas, os ministérios da Defesa e da Cidadania para o deslocamento de equipes à Grande Recife a fim de ajudar nas operações de socorro e auxiliar as famílias atingidas.

O presidente prometeu a liberação de mais recursos nos próximos dias. Hoje, segundo Bolsonaro, o governo mantém R$ 1 bilhão disponíveis para ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais. A quantia pode ser usada ainda na reconstrução de casas destruídas em razão das chuvas e infraestruturas públicas.

"Nossos mais profundos votos de pesar e solidariedade às vítimas desse triste desastre, bem como as famílias que tiveram seus bens destruídos pelas chuvas. É um momento difícil para todos. Faremos o que estiver ao nosso alcance para amenizar essa dor. Que Deus abençoe a todos", escreveu o mandatário.

Antes de Bolsonaro tratar da tragédia em Pernambuco, seus dois principais adversários na disputa eleitoral este ano, o ex-presidente Lula (PT) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) se manifestaram sobre as mortes causadas pela chuva forte e deslizamentos.

"Minha solidariedade com as famílias da região metropolitana do Recife que estão sofrendo com as fortes chuvas. Me coloco à disposição dos prefeitos das cidades atingidas e do governo de Pernambuco no que for possível ajudar no enfrentamento dessa tragédia", publicou Lula ontem.

Antes, Ciro Gomes já havia se pronunciado em suas redes sociais:

"Minha solidariedade ao povo de Recife e Pernambuco, que está sofrendo muito com as consequências das chuvas. Que o poder público consiga com rapidez prestar todo apoio às comunidades afetadas", escreveu.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por