Entrar
Perfil
ATUALIZAÇÃO

Atos antidemocráticos: 11 rodovias federais bloqueadas estão em Mato Grosso, diz PRF

Boletim da corporação traz três vias com fluxo totalmente interrompido em Sorriso, e duas em Lucas do Rio Verde; interdições caem de 22 para 19 pontos

Agência O Globo
20/11/2022 às 14:57.
Atualizado em 20/11/2022 às 14:58

Rodovia bloqueada em ato do 1º de novembro (Divulgação - Aloisio Mauricio/Fotoarena)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
ATUALIZAÇÃO

Atos antidemocráticos: 11 rodovias federais bloqueadas estão em Mato Grosso, diz PRF

Boletim da corporação traz três vias com fluxo totalmente interrompido em Sorriso, e duas em Lucas do Rio Verde; interdições caem de 22 para 19 pontos

Agência O Globo
20/11/2022 às 14:57.
Atualizado em 20/11/2022 às 14:58

Rodovia bloqueada em ato do 1º de novembro (Divulgação - Aloisio Mauricio/Fotoarena)

Todas as 11 estradas federais bloqueadas neste domingo por atos antidemocráticos estão no estado do Mato Grosso. A informação é do balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgado no início da tarde. O município de Sorriso está com o fluxo totalmente interrompido em três pontos das rodovias, enquanto Lucas do Rio Verde, em dois. As rodovias com o tráfego parcialmente interrompido caíram de 22 para 19 pontos.

Os atos são realizados por manifestantes contra o resultado que elegeu Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República, no último dia 30 de outubro. A PRF foi acionada para desobstruir as estradas e desfez 1.227 bloqueios, segundo último boletim.

 Trechos bloqueados:

MT: Sorriso (3), Lucas do Rio Verde (2), Matupá, Campo Novo do Parecis, Campos de Júlio, Nova Mutum, Água Boa e Sinop.

Terceiro dia após decisão STF

As manifestações nas estradas haviam cessado na semana passada. Na ocasião, Jair Bolsonaro gravou um vídeo em que pedia a seus apoiadores que liberassem as rodovias federais.

As manifestações antidemocráticas foram retomadas na sexta-feira e seguiram em outros trechos no sábado. Na quinta, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou o bloqueio das contas bancárias de 43 empresários e empresas suspeitos de financiarem atos antidemocráticos realizados na última semana.

Moraes aponta na decisão que a PRF informou que "empresários estariam financiando os atos antidemocráticos sob análise, com fornecimento de estrutura completa (refeições, banheiros, barracas, etc.) para a manutenção do abuso do direito de reunião, além do fornecimento de diversos caminhões para o reforço da manifestação criminosa".

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por