INFORMAÇÃO

Aos 80 anos, morre o jornalista Ramon Ruiz

Ex-vereador poaense e ex-repórter deste jornal foi mais uma vítima da Covid

Foi sepultado, na última terça-feira, no Cemitério da Paz, em Poá, o corpo do ex-vereador, advogado, radialista e jornalista Ramon Ruiz, vítima de complicações de saúde que abriram caminho para a letal Covid-19. Na véspera de sua morte, ele havia completado 80 anos. Viúvo, ele deixa três filhas e duas netas. Ramon iniciou carreira no jornalismo trabalhando como repórter policial do Grupo Folhas, na Capital. Em seguida, já residindo em Poá, ele atuou como repórter em O Diário e outras publicações da região. Paralelamente ao trabalho na Imprensa, ele decidiu ingressar na política e se elegeu vereador junto à Câmara de Poá, cargo que exerceu ao longo de 28 anos, em vários mandatos. Formado em Direito, atuava também como advogado, onde ganhou destaque defendendo causas na área cível. Figura muito popular na região, sempre requisitado para apresentações de solenidades oficiais, Ramon começou a enfrentar complicações com a saúde a partir de um tombo, no interior de sua casa, que provocou a fratura de sua coluna cervical. A fratura desencadeou uma série de outras complicações e, segundo uma de suas filhas, Fernanda Ruiz, passou a apresentar insuficiência respiratória, arritmia e problemas renais. Internado no Hospital Leforte, antigo Bandeirantes, na Liberdade, em São Paulo, Ramon já dava sinais de melhoras quando foi alcançado pelo novocoronavírus. Transferido para o Sancta Maggiore, também na Capital, ele não suportou os efeitos drásticos da Covid-19 e faleceu, na última terça-feira. A morte de Ramon é a segunda perda da família no decorrer deste ano. Seu irmão, o ator e radialista Turíbio Ruiz, também faleceu no último dia 25 de julho, aos 90 anos, em razão de um acidente vascular cerebral, na Capital.

Nomeação

Ao acolher o pedido de renúncia de dom Antônio Roberto Cavuto ao governo pastoral da Diocese de Itapipoca, no Ceará, papa Francisco nomeou, ontem, dom Rosalvo Cordeiro de Lima como bispo daquela localidade. Até agora, dom Rosalvo vinha atuando como bispo auxiliar na Arquidiocese de Fortaleza. Atualmente com 58 anos, o religioso, alagoano de União dos Palmares, cursou Filosofia no Seminário Sagrado Coração, em Mogi, e Teologia na Faculdade Nossa Senhora da Assunção, na Capital. Foi ordenado sacerdote, em 1992, em Arujá, e, em 2011, foi nomeado bispo auxiliar de Fortaleza pelo papa Bento XVI. Sua ordenação ocorreu em Mogi, em março daquele ano.

Por um dia

O prefeiturável Caio Cunha (PODE) está encaminhado mensagem aos eleitores solicitando que respondam a duas questões: “O que você faria por Mogi das Cruzes se fosse prefeito por um dia?”, e “quais as melhorias mais urgentes do seu bairro”? Com isso, o candidato busca iniciar uma interação com os consultados, já que pede para que as respostas sejam dadas no próprio post. Mas se o eleitor preferir, também pode responder por meio de um vídeo que, obviamente, ficará registrado em sua rede de apoiadores.

Experiência

O marqueteiro Lula Guimarães, que atuou na mais recente campanha de João Doria (PSDB) para governador, foi quem dirigiu o primeiro programa de televisão do prefeito e candidato à reeleição Marcus Melo (PSDB), que estreia amanhã. Com o maior tempo de tevê entre os concorrentes, Melo deverá utilizar seus 5 minutos e 42 segundos para se apresentar como um mogiano e administrador experiente, mostrando, já de início, como foi enfrentado o desafio da pandemia na cidade.

Em César

Um dos últimos atos do secretário municipal de Obras, Thiago Takeuchi de Oliveira, foi a contratação da empresa Topus Terra Construções Ltda, que ficará encarregada de implantar o Espaço de Arte e Cultura, na rua Edmund Gerke, no distrito de César de Souza. A obra está orçada em R$ 2.418.243,44.

Frase

Este ano tem eleições. Os candidatos farão todas as piadas para a gente.

Bussunda (1962-2006), humorista do grupo Casseta & Planeta


Deixe seu comentário